Afogamentos

Aumenta número de afogamentos com mortes no Rio Tocantins

De janeiro até este mês, foram registrados 13 casos de afogamento com morte.
O Estado19/10/2014 às 09h38

IMPERATRIZ - As ocorrências de afogamento no Rio Tocantins preocupam as autoridades de Imperatriz. De janeiro até este mês, foram registrados 13 casos de afogamento com morte no Rio Tocantins, na região que tem Imperatriz como polo, quantidade que pode superar 2013, caso a média seja mantida.

O caso mais recente da lista de ocorrências do Corpo de Bombeiros são os afogamentos que resultaram na morte de três pessoas da mesma família, duas adolescentes e um adulto no último dia 12, em uma área de lazer do município de Governador Edison Lobão.

"Esse número de afogamentos, que anualmente vem se repetindo em Imperatriz e cidades vizinhas, é a grande preocupação do Corpo de Bombeiros. A gente vem alertando, mas infelizmente continuam acontecendo", ressaltou o comandante do 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar, tenente-coronel Wibirajá Figueiredo Urbano.

As estatísticas do Corpo de Bombeiros mostram que os afogamentos aconteceram em período de pré-veraneio e pós-veraneio. No período de veraneio, ocorreram afogamentos em locais que não dispunham de serviços de guarda-vidas.

Outra particularidade é que, na maioria das vezes, as vítimas agiram com imprudência ou imperícia, comportamentos que foram decisivos para a tragédia.

"Algumas pessoas, às vezes, desafiam as águas do Rio Tocantins, procuram tomar banho em locais isolados para fugir da aglomeração, mas colocam a vida em risco porque a correnteza é forte e o relevo é muito acidentado", observou o comandante.

Leia mais na edição online de O Estado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.