Entrevista

"Penso em treinar goleiros", diz Juca Baleia

Juca Baleia preside a Associações de Garantia ao Atleta Profissional (AGAP).
Heider Matos/Imirante13/10/2013 às 07h28

SÃO LUÍS - O Imirante.com recebeu em seu estúdio Juvenal Marinho dos Passos, o Juca Baleia, ex-jogador do Expressinho, Moto, MAC e Sampaio Corrêa. Juca ficou conhecido por atuar com mais de 100 kg, chegando a 120 kg em 1,85m, mas, sem perder a agilidade.

Em 1995, Juca Baleia virou atração nacional na Copa do Brasil de 1992, quando o tricolor maranhense enfrentou a Sociedade Esportiva Palmeiras. Vinte e um anos depois, Juca, continua de uma certa forma, ligado ao futebol. Atualmente, preside a Associação de Garantia ao Atleta Profissional (AGAP). A entidade é vinculada à Faap (Federação das Associações de Atletas Profissionais), com sede em Brasília, e destina recursos para ajudar pessoas do esporte de diferentes maneiras, desde medicação e cesta básica a auxílio nos estudos.Juca assumiu o cargo em 2010 e terminará seu mandato em 2014, e, coloca em prática uma das coisas que mais queria fazer após encerrar a carreira: ajudar os jogadores e ex-atletas.

Veja a entrevista na íntegra.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.