Polo

Brasil perde para o Japão e é eliminado do Mundial de Polo Aquático

O Brasil enfrentará o perdedor de Cazaquistão e Espanha, para definir a colocação final.
Imirante.com, com informações de assessoria25/07/2017 às 10h42

BUDAPESTE– Os jogadores brasileiros da Seleção Masculina de Polo Aquático esforçaram-se, mas não conseguiram passar pelo Japão, na partida realizada na manhã desta terça-feira (25) no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. O placar final de 9 a 7 para o Japão (parciais 3;1, 4:3, 1:1, 1:2 ) começou a ser foi construído no primeiro quarto, em que o Brasil perdeu por dois gols de diferença, nos períodos seguintes a partida foi mais equilibrada. Agora os meninos enfrentarão o perdedor do confronto seguinte, Cazaquistão e Espanha, para definir a colocação final, entre 11º e 12º. A partida será na manhã da próxima quinta-feira, dia (27).

Com um gol de Pedro Stellet 7# o Brasil saiu na frente. Porém, com muita movimentação no ataque, um gol centro, um de pênalti e um com homem mais, o Japão converteu três vezes e fechou o período com vantagem de dois gols. O placar não foi maior, porque, em mais uma grande atuação, o capitão Slobodan Soro fechou o gol e ainda defendeu a segunda cobrança de penalidade do adversário.

Gustavo Coutinho, Guzinho 4#, com dois minutos do segundo período, em um tiro cruzado, diminuiu a diferença. Em mais um lance de vantagem número de jogadores, o Japão fez o quarto gol. Roberto Freitas 12#, depois de uma boa movimentação de ataque, marcou pela primeira vez na partida. Porém, em um rápido contra-ataque certeiro e uma desatenção da defesa brasileira, o Japão converteu mais duas vezes e fez a diferença aumentar para três gols, a maior até então. Ainda no período, fazendo-se valer da força, Heitor Carrulo, fez o quarto do Brasil. Mas, faltando cinco segundos, em mais uma pênalti convertido, os japoneses foram para o intervalo com 7 a 4 de vantagem no placar.

Determinado o time brasileiro voltou do intervalo disposto a buscar a diferença e, em um ataque com homem mais, Roberto Freitas 12# fez seu segundo gol, o quinto do time. Na defesa, Soro continuava a realizar defesas importantes, contando com maior empenho da equipe. Com 20 segundos restantes, em mais um pênalti, o Japão fez o seu único gol no terceiro período.

Ainda precisando diminuir a diferença de três gols no placar, os meninos do Brasil buscavam atacar com mais eficiência e velocidade. Com 50 segundos jogados, Gustavo Guimarães 11# marcou pela primeira vez no jogo, o sexto do Brasil. Em uma bola trabalhada no ataque, Guzinho 4# fez o sétimo gol da equipe, diminuindo a diferença para um gol (7 a 8 Japão). Após duas difíceis defesas de Soro, em um lance de velocidade, o Japão marcou no nono gol, faltando três minutos.

Com uma seleção muito renovada, o Brasil já soma cinco partidas na competição e tem saldo de uma vitórias, três derrotas e um empate. Roberto Freitas, 20 anos, falou sobre o jogo a estreia no Mundial.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.