Tênis

Federer supera alemão que eliminou Murray e vai à semifinal

Tenista suíço não deu chances a Mischa Zverev no Aberto da Austrália.
Gazeta Esportiva24/01/2017 às 10h53

SÃO PAULO - Roger Federer segue dando passos largos rumo à mais uma decisão de Aberto da Austrália. Nesta terça-feira o tenista suíço venceu o alemão Mischa Zverev por 3 sets a 0, parciais de 6/1, 7/5 e 6/2, em uma hora e 30 minutos de partida, para garantir sua classificação à semifinal do primeiro Grand Slam do ano.

Essa é a 13ª semifinal de Aberto da Austrália da carreira de Federer. Quatro vezes campeão em Melbourne, o ex-número um do mundo vai em busca do pentacampeonato, mas para isso terá de superar seu compatriota Stan Wawrinka, que um pouco mais cedo despachou o francês Jo-Wilfired Tsonga por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (7 a 2), 6/4 e 6/3.

Roger Federer atropelou Mischa Zverev no primeiro set. Com 18 winners e muito bem nas devoluções, o tenista suíço não teve dificuldades para quebrar o adversário duas vezes e confirmar todos os seus serviços para fechar a parcial em 6/1.

Tentando reencontrar o jogo que o fez eliminar o atual número um do mundo Andy Murray, Zverev dificultou mais a vida de Federer no segundo set. O alemão conquistou um breakpoint no quarto game, mas do outro lado da quadra o rival suíço devolveu a quebra. Já no fim da parcial Federer voltou a anular o serviço de Zverev para evitar o tie-break e abrir 2 a 0.

Já no último set Roger Federer conseguiu neutralizar Zverev da mesma maneira que fez na primeira parcial, quebrando o saque do alemão duas vezes e não desperdiçando seus saques para garantir sua classificação à mais uma semifinal de Aberto da Austrália.

Wawrinka

Um pouco mais cedo, ainda madrugada no horário de Brasília, Stan Wawrinka também confirmou sua ida à semifinal do Aberto da Austrália. Enfrentando o francês Jo-Wilfired Tsonga, algoz do brasileiro Thiago Monteiro, o suíço fez jus ao posto de número quatro do mundo batendo o rival por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (7 a 2), 6/4 e 6/3, em duas horas e 17 minutos de jogo.

Campeão do Aberto da Austrália de 2014, quando venceu o espanhol Rafael Nadal na decisão, Wawrinka irá em busca do seu quarto título de Grand Slam. Mas para garantir sua vaga na final em Melbourne, ele terá de superar o notório retrospecto negativo que tem contra Federer. Em 21 encontros, foram 18 vitórias de Federer contra apenas três de Wawrinka. Se tratando de majors, Wawrinka venceu apenas uma vez, no Roland Garros de 2015, quando bateu o compatriota nas quartas de final.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.