Série B

Sampaio Corrêa é derrotado pelo Confiança no Castelão e perde chance de encostar no G4 da Série B

Dragão do Bairro Industrial encerrou série invicta de sete partidas do Tricolor na Segundona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte21/10/2020 às 22h54
Sampaio Corrêa é derrotado pelo Confiança no Castelão e perde chance de encostar no G4 da Série BSampaio Corrêa e Confiança se enfrentaram no Estádio Castelão, em São Luís. (Lucas Almeida / L17 Comunicação / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Depois de uma impressionante série invicta de sete partidas, o Sampaio Corrêa voltou a ser derrotado no Campeonato Brasileiro Série B. Em duelo válido pela 17ª rodada da Segundona e disputado na noite desta quarta-feira (21), no Estádio Castelão, a Bolívia Querida até fez uma boa atuação diante do Confiança, mas desperdiçou muitas oportunidades de gol e sofreu com a eficiência do Dragão do Bairro Industrial, que venceu por 3 a 1 e entrou de vez na briga pelo G4 da competição nacional.

Jogando em casa e motivado pela invencibilidade na Série B, o Sampaio Corrêa sufocou o Confiança nos primeiros minutos de partida no Castelão, entretanto, não conseguiu transformar a superioridade em vantagem no placar. Depois de segurar a pressão tricolor, o Dragão mostrou eficiência e abriu o placar aos 14 minutos, com o zagueiro Vinicius Simon, aproveitando erro do goleiro João Gabriel. O Sampaio não se abateu com o gol visitante e permaneceu no campo de ataque, mas o Confiança segurou os avanços da equipe maranhense e consolidou a vitória com gols de Renan Gorne, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Reis, aos 28 do segundo tempo. Caio Dantas, já aos 41 da etapa final, diminuiu o prejuízo para o Tubarão.

Com o tropeço no Castelão, o Sampaio Corrêa permanece com 21 pontos, mas cai para a 12ª posição da Série B, sendo ultrapassado pelo CSA, que derrotou o Botafogo-SP na última terça-feira (20). Já o Confiança, em grande fase na Segundona, assumiu o sexto lugar da competição nacional, com 25 pontos, dois a menos que a quarta colocada Ponte Preta.

Sampaio Corrêa e Confiança voltam a jogar pela Série B na noite deste sábado (24), em compromissos válidos pela 18ª rodada. Enquanto a Bolívia Querida recebe o vice-líder Cuiabá a partir das 18h30, no Estádio Castelão, em partida com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte, o Confiança encara o América Mineiro às 21h, no Independência, em Belo Horizonte.

O jogo

Assim que a partida começou no Castelão, o Sampaio Corrêa não deixou o Confiança respirar e partiu com tudo para o campo de ataque em busca do primeiro gol. Logo aos dois minutos, Luis Gustavo fez jogada pela direita e deu um passe na medida para Gustavo Ramos, que chutou por cima do gol. No minuto seguinte, Gustavo Ramos lançou Caio Dantas, que driblou Rafael Santos e chutou forte no travessão. O início avassalador do Sampaio não assustou o Confiança, que aproveitou sua primeira oportunidade: aos 14 minutos, Guilherme Castilho cobrou falta para a grande área, João Gabriel saiu mal da pequena área, e Vinicius Simon desviou de cabeça para o gol.

Mesmo com o prejuízo no placar, o Sampaio Corrêa não deu espaço ao Confiança e manteve a posse de bola no campo de ataque. Aos 22 minutos, Marlon fez um cruzamento na medida para Caio Dantas, que cabeceou por cima do gol. Pouco depois, aos 23, Gustavo Ramos avançou pela esquerda, fez um cruzamento direto para o gol, Rafael Santos fez um leve desvio e a bola ainda bateu na trave. Depois dos avanços do Sampaio, o Confiança voltou a assustar aos 26: após cruzamento de Reis, Renan Gorne furou a finalização, mas teve uma segunda chance, que foi defendida por João Gabriel.

Com uma atuação segura, apesar da pressão do Sampaio Corrêa, o time do Confiança ampliou a vantagem aos 27 minutos. Após lançamento longo de Vinicius Simon, Ítalo dribla João Gabriel, chuta na trave, e a bola sobra nos pés de Renan Gorne, que passa pela marcação tricolor e marca o segundo gol do Dragão. O Sampaio ainda tentou diminuir a desvantagem aos 43: após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Daniel Felipe, que tabelou com André Luiz e chutou para fora.

Confiança garante vitória com um jogador a menos no Castelão

Disposto a manter a pressão no segundo tempo, o Sampaio Corrêa ficou em vantagem no número de jogadores aos oito minutos, após a expulsão do lateral-esquerdo Djalma Silva, do Confiança. Mesmo com mais espaço em campo, o Tricolor continuou desperdiçando oportunidades: após cobrança de falta ensaiada de Marcinho, aos 17, Gustavo Ramos mandou a bola pela linha de fundo.

O cenário do jogo não mudou com o passar do tempo: enquanto o Sampaio Corrêa tinha maior posse de bola e atacava desesperadamente em busca de um gol para colocar fogo na partida, o Confiança administrava a vantagem e levava perigo nos contragolpes. Aos 28, o Dragão encaminhou a vitória: após Luis Gustavo desviar um cruzamento de Rafael Vila com a mão na grande área e a arbitragem marcar pênalti, Reis foi para a cobrança e anotou o terceiro gol dos visitantes.

Apesar do prejuízo, o Sampaio Corrêa não se encolheu e permaneceu no ataque. O esforço do Tubarão foi premiado aos 41 minutos, após chute de Jackson bater na trave e a bola sobrar limpa para Caio Dantas, que anotou o gol tricolor no Castelão. A Bolívia Querida ainda tentou um segundo gol, mas não houve tempo para uma reação maior.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: João Gabriel; Luis Gustavo (Diego Tavares), Joécio, Daniel Felipe (Robson) e Marlon; André Luiz (Ferreira), Eloir e Marcinho (Jackson); Pimentinha, Gustavo Ramos (Roney) e Caio Dantas. Treinador: Léo Condé

CONFIANÇA: Rafael Santos; Caíque Sá (Thiago Ennes), Vinicius Simon (Iago), Matheus Mancini e Djalma Silva; Madison, Rafael Vila (Ari Moura), Guilherme Castilho e Ítalo; Reis (Everton) e Renan Gorne (Léo Griggio). Treinador: Daniel Paulista

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.