Série B

Com gol no fim, Sampaio Corrêa arranca empate fora de casa diante do Guarani

Tricolor permanece na zona de rebaixamento, mas está com três jogos a menos que a maioria dos rivais na Segundona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte30/09/2020 às 00h26
Com gol no fim, Sampaio Corrêa arranca empate fora de casa diante do GuaraniGuarani e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas. (David Oliveira / Guarani FC)

CAMPINAS - De astral renovado pela conquista do Campeonato Maranhense diante do rival Moto Club, o Sampaio Corrêa voltou a disputar uma partida como visitante pelo Campeonato Brasileiro Série B na noite desta terça-feira (29), diante do Guarani, pela 12ª rodada da competição nacional. Precisando de uma vitória para deixar a zona de rebaixamento da Segundona, a Bolívia Querida teve dificuldades diante de um Bugre pressionado por três jogos sem vitórias, mas fez uma boa atuação no Estádio Brinco de Ouro, arrancou o empate por 1 a 1 já nos minutos finais de jogo e respirou na luta para sair das últimas posições.

Mesmo atuando fora de casa, o Sampaio Corrêa tomou a iniciativa diante do Guarani e desperdiçou pelo menos duas chances claras de gol. A pressão tricolor, entretanto, não assustou o Bugre, que mostrou força ao abrir o placar aos 28 minutos, com Rafael Costa, após bela jogada de Murilo Rangel. Na etapa final, o Sampaio não abdicou de jogar, fez de tudo para passar pela forte marcação do Guarani e foi premiado aos 45, com um gol de pênalti de Caio Dantas, após Bidu desviar uma finalização com a mão na grande área.

Com o empate em Campinas, o Sampaio Corrêa chegou aos oito pontos em nove partidas na Série B e permanece na penúltima colocação, tendo campanha superior apenas ao Oeste. O Tricolor, porém, tem três jogos a menos que a maioria dos rivais da Segundona. Já o Guarani, com 10 pontos, entrou na zona de rebaixamento, ocupando agora o 17º lugar.

Os próximos compromissos de Sampaio Corrêa e Guarani na Série B estão marcados para sábado (3): enquanto a Bolívia Querida recebe o CSA às 16h30, no Estádio Castelão, em partida com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte, o Guarani encara o América Mineiro às 11h, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

O jogo

Assim que a partida começou no Brinco de Ouro, o Sampaio Corrêa avançou suas linhas e fez uma marcação intensa, dificultando o toque de bola do Guarani. Aproveitando os erros do Bugre, a Bolívia Querida teve uma grande chance de abrir o placar aos 15 minutos: após cruzamento de Gustavo Ramos, Caio Dantas cabeceou firme, e a bola bateu na trave.

Animado, o Sampaio Corrêa manteve o ritmo no campo de ataque, enquanto o Guarani lutava para se organizar. Aos 22 minutos, Gustavo Ramos avançou e arriscou o chute, que bateu na zaga do Bugre e saiu pela linha de fundo. Quando o Tricolor era melhor na partida, entretanto, o Guarani mostrou eficiência em uma bela jogada aos 28: após tabela com Murilo Rangel, Rafael Costa recebeu a bola na grande área e chutou colocado, sem chances para Gustavo, abrindo o placar a favor dos donos da casa.

Mesmo com o gol sofrido, o Sampaio Corrêa não mudou sua postura. Marcinho, aos 34 minutos, recebeu lançamento em profundidade e chutou cruzado, para fora. Já aos 35, Caio Dantas finalizou da entrada da área, e Rafael Pin apareceu bem para fazer a defesa e manter o Guarani em vantagem no primeiro tempo.

Sampaio insiste e busca empate no Brinco de Ouro

Disposto a evitar a derrota, o Sampaio Corrêa valorizou a posse de bola no início do segundo tempo e insistiu nas jogadas pelas pontas, sem encontrar muitos espaços diante de um fechado Guarani. Em um dos raros momentos com liberdade, o ataque tricolor quase buscou o empate aos 10 minutos: após rebote da zaga do Bugre em cobrança de falta, João Victor chutou forte, e Rafael Pin fez uma difícil defesa pelo Guarani.

Com o passar do tempo, o Guarani intensificou a marcação, principalmente no meio-campo, enquanto o Sampaio Corrêa sofria para trocar passes e manter a pressão em busca do empate. Mesmo com o jogo pegado, o Guarani criou uma oportunidade de ampliar a vantagem: aos 30 minutos, Elias Carioca arriscou o chute, e Gustavo, atento, salvou o Sampaio.

Na reta final de partida, o Sampaio Corrêa voltou com tudo ao ataque, principalmente depois que o Guarani teve de lidar com a expulsão do volante Marcelo, aos 40 minutos. A insistência tricolor foi premiada aos 43 minutos: após Bidu cortar uma finalização na grande área com a mão, a arbitragem marcou pênalti, que Caio Dantas converteu com categoria para garantir o empate do Sampaio em Campinas.

FICHA TÉCNICA

GUARANI: Rafael Pin; Pablo, Wálber, Didi e Bidu; Deivid (Marcelo), Eduardo Person (Lucas Abreu) e Murilo Rangel; Bruno Sávio (Lucas Crispim), Waguininho (Renanzinho) e Rafael Costa (Elias Carioca). Treinador: Ricardo Catalá

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Luis Gustavo (Joazi), Joécio, Daniel Felipe e João Victor (Marlon); André Luiz (Eloir), Vinícius Kiss e Marcinho; Pimentinha (Robson), Gustavo Ramos (Jackson) e Caio Dantas. Treinador: Léo Condé

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.