Campeonato Brasileiro Série B

Sampaio Corrêa sofre "apagão", leva virada do Avaí e volta para a lanterna da Série B

Tricolor joga bem, perde chances, mas é derrotado na Ressacada e se complica de vez na Segundona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte22/09/2018 às 23h07
Sampaio Corrêa sofre "apagão", leva virada do Avaí e volta para a lanterna da Série BApós boa atuação no primeiro tempo, o Sampaio Corrêa sofreu a virada e perdeu para o Avaí. (Lucas Almeida / Sampaio Corrêa FC)

FLORIANÓPOLIS – Em situação delicada no Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa foi do céu ao inferno na noite deste sábado (22). Em duelo válido pela 28ª rodada da Segundona e disputado no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, a Bolívia Querida apresentou um excelente desempenho no primeiro tempo contra o Avaí, abriu o placar e aumentou a esperança da torcida tricolor na luta contra o rebaixamento. Na reta final da partida, entretanto, a euforia virou desolação: com três gols em 13 minutos, o Avaí virou o jogo, venceu por 3 a 1 e recolocou o Sampaio na última posição da competição nacional.

Com uma marcação sólida e muita velocidade nos contragolpes, o Sampaio Corrêa foi superior ao Avaí no primeiro tempo e abriu o placar aos 28 minutos, com Eloir, aproveitando um erro da defesa do Leão. Na etapa final, a Bolívia Querida manteve a postura e criou algumas oportunidades, que foram desperdiçadas pelo setor ofensivo. Sem conseguir matar o jogo, o Sampaio foi surpreendido pelo Avaí, que garantiu a vitória com gols de Getúlio, Matheus Barbosa e Renato.

O tropeço em Florianópolis recolocou o Sampaio Corrêa na lanterna da Série B, com apenas 25 pontos em 28 rodadas. Agora, a distância do Tubarão para o Paysandu, primeiro time fora da zona de rebaixamento, é de seis pontos. Já o Avaí, que encerrou um jejum de dois jogos sem vitórias, chegou aos 45 pontos e assumiu a quarta colocação da competição nacional.

Agora, o Sampaio Corrêa terá uma semana de descanso e preparação até o seu próximo duelo na Série B. Novamente como visitante, o Tricolor encara o Oeste no próximo sábado (29), às 16h30, na Arena Barueri, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. Na mesma data, o Avaí enfrenta o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em partida que começa às 19h.

O jogo

Pressionado por duas derrotas consecutivas e contando com o apoio da torcida, o Avaí sufocou o Sampaio Corrêa no início de partida na Ressacada. Logo aos três minutos, Judson arriscou um chute de longa distância, obrigando Busatto a fazer uma defesa em dois tempos. O goleiro da Bolívia Querida seria exigido novamente aos 13 minutos: Marquinhos bateu uma cobrança de escanteio direto para o gol, e o camisa 1 teve que espalmar a bola para a lateral.

Depois da pressão inicial do Avaí, o Sampaio Corrêa conseguiu equilibrar o jogo e criar suas oportunidades de gol. Aos 18 minutos, João Paulo puxou o contra-ataque, chutou forte de fora da área e parou em grande defesa de Kozlinski. A pressão tricolor surtiu efeito aos 28: após ser lançado por Alvinho na ponta direita, Bruninho fez o cruzamento, a zaga do Avaí não conseguiu afastar, e Eloir fez o desvio para o gol.

Insatisfeito com o esquema tático de três zagueiros, Geninho promoveu a entrada de Matheus Barbosa no Avaí, mas o cenário permaneceu favorável ao Sampaio Corrêa. João Paulo, aos 33 minutos, roubou a bola, avançou e chutou forte, em cima da defesa do Leão. Aos 41, o meia do Sampaio teve uma nova oportunidade, mas Kozlinski, bem posicionado, evitou o segundo gol do time maranhense. Marquinhos, já nos acréscimos, teve a chance do empate em cobrança de falta, que foi defendida por Busatto.

Sampaio perde chances, e Avaí vira o jogo

Assim como na etapa inicial, o Avaí esboçou uma pressão sobre o Sampaio Corrêa nos primeiros minutos do segundo tempo. Na primeira tentativa do Leão, Daniel Amorim recebeu a bola, girou e chutou, para defesa de Busatto. Já aos 10, André Moritz arriscou o chute após sobra de bola na defesa tricolor, a bola passou por Busatto, e Willian Oliveira evitou o gol de empate do Avaí em cima da linha.

Precisando da vitória, o Avaí foi ao ataque, enquanto o Sampaio Corrêa continuava fechado, encontrando espaços nos contragolpes. Luis Gustavo, aos 18 minutos, tabelou com Bruninho, chutou forte, e Kozlinski fez boa defesa. O Tricolor desperdiçou mais uma chance aos 26: em seu primeiro lance no jogo, após substituir Eloir, Marcos Aurélio chutou fraco, e Kozlinski segurou a bola sem sustos.

Quando o jogo parecia controlado a favor do Sampaio Corrêa, o Avaí mostrou sua força. Aos 27 minutos, Renato fez um cruzamento na medida para Getúlio, que ganhou a disputa com os zagueiros tricolores, desviou de cabeça e deixou tudo igual na Ressacada. Pouco depois, aos 31, o Leão virou a partida: após cruzamento de Capa, Matheus Barbosa apareceu livre na grande área e marcou o segundo gol dos donos da casa. Abatido depois do apagão, o Sampaio não teve forças para buscar o empate e ainda viu o Avaí marcar o terceiro aos 40, com Renato, que invadiu a área e chutou cruzado, sem chances para Busatto.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ: Kozlinski; Airton, Marcão (Matheus Barbosa) e Marquinhos Silva; Guga, Judson, André Moritz (Luanzinho), Renato, Marquinhos (Getúlio) e Capa; Daniel Amorim. Treinador: Geninho

SAMPAIO CORRÊA: Busatto; Luis Gustavo, Odair, Maracás e Alyson; Willian Oliveira, Fernando Sobral, Eloir (Marcos Aurélio) e João Paulo; Bruninho (Wellington Rato) e Alvinho (Jheimy). Treinador: Marcinho Guerreiro

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.