Série D

Atletas acreditam em classificação do Moto fora de casa

"Nosso time está focado e vamos buscar essa vaga", afirmou o meia Marcos Paulo.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte11/09/2016 às 23h18

SÃO LUÍS - Em partida válida pelas semifinais do Campeonato Brasileiro Série D e disputada na tarde deste domingo (11), no Estádio Castelão, o Moto Club contou com o apoio da torcida, eufórica depois do histórico acesso à Série C, mas teve dificuldades diante da forte marcação do Volta Redonda e ficou no empate por 1 a 1. Foi o segundo empate consecutivo do Papão como mandante no mata-mata da Quarta Divisão.

Apesar de não terem conquistado o resultado esperado, os jogadores do Moto Club não jogaram a toalha e garantiram que o Papão do Norte tem totais condições de buscar uma nova classificação como visitante na Série D, assim como nas três fases anteriores da competição nacional, contra Águia de Marabá, Juazeirense e Atlético Acreano.

“Lutamos até o final, não conseguimos a vitória, mas não tem nada perdido. Vamos trabalhar forte durante toda a semana para buscar essa vaga na final. Viemos de uma situação parecida e revertemos”, disse o volante Felipe Dias. O meia Marcos Paulo, um dos destaques do Moto na competição, também acredita na classificação. “A gente viu um time que só veio para se defender, mas é igual o mata-mata passado (contra o Atlético Acreano), a gente pode ir lá e ganhar o jogo. Nosso time está focado e vamos buscar essa classificação lá em Volta Redonda”.

Para garantir a inédita vaga na final da Série D, o Moto Club precisa de uma vitória ou um empate a partir de 2 a 2 na segunda partida contra o Volta Redonda, que será disputada no próximo sábado (17), às 18h, no Estádio Raulino de Oliveira. A rádio Mirante AM transmite a partida e o Imirante Esporte fará a cobertura completa.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.