Campeonato Brasileiro

Atlético (GO) e Vasco empatam no Antônio Accioly

Dragão subiu para o 12º lugar, e o Cruz-maltino deixou a zona de rebaixamento.
Imirante Esporte, com informações da CBF07/01/2021 às 23h53
Atlético (GO) e Vasco empatam no Antônio AcciolyLance da partida entre Atlético Goianiense e Vasco. (Heber Gomes / AGIF)

GOIÂNIA - Na noite desta quinta-feira (7), Atlético-GO e Vasco movimentaram a 28ª rodada do Brasileirão com um jogo de muitas chances no Antônio Accioly, em Goiânia. Apesar das boas oportunidades, o placar acabou em 0 a 0, com um ponto para cada lado.

Com o resultado, o Dragão subiu para a 12ª posição da tabela, com 35 pontos. O Cruzmaltino, com 29, deixou a zona de rebaixamento e agora aparece no 16º lugar, com 29.

O jogo

Mesmo sem bola na rede no primeiro tempo da partida, Atlético-GO e Vasco fizeram um jogo bem movimentado em Goiânia. Os visitantes, com mais posse de bola, criaram mais chances. Logo aos cinco minutos, após boa jogada iniciada por Talles Magno, Cano ficou com a sobra e bateu de primeira, bem perto do gol adversário. No lance seguinte, Juninho recebeu pela esquerda e finalizou em cima de Jean, que fez a defesa. Com Talles Magno atuando bem pela esquerda, o time carioca assustou novamente na marca dos dez. Yago Pikachu recebeu do atacante e chutou com perigo, vendo Jean fazer outra boa intervenção. O defensor do Dragão trabalhou bem novamente aos 17, ao pegar o chute de fora da área Cano.

Segurando a pressão dos visitantes, o Atlético-GO teve sua primeira boa chance aos 20 minutos. Wellington Rato recebeu bom passe de Chico na área e bateu cruzado, obrigando Fernando Miguel a fazer boa defesa. Depois, aos 22, Chico cobrou escanteio fechado e viu o goleiro vascaíno evitar o que seria um gol olímpico. O Vasco ainda chegou com Léo Gil, parado em defesa de Jean, enquanto o Dragão teve nova boa chance com Marlon Freitas, que finalizou de primeira, mas para fora.

Na volta do intervalo, o ritmo da partida diminuiu. Do lado do Vasco, ainda no primeiro minuto, Cano arriscou de longe e viu o chute sair por cima do gol. Depois, aos 15, Léo Matos ficou com sobra de bola na área, mas chutou de primeira muito alto. O Atlético, apesar de ficar mais tempo no campo adversário, criou a melhor chance apenas aos 34, quando Roberson finalizou por cima. Aos 43, os cariocas ainda chegaram perto novamente, com Gabriel Pec tirando tinta da trave do Dragão. E, já nos acréscimos, os goianos quase marcaram com Janderson, que viu Henrique salvar o lance em cima da linha e manter o 0 a 0 até o apito final.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.