Campeonato Brasileiro

Fellipe Bastos brilha, e Vasco bate o Sport em São Januário

Cruz-maltino conquistou grande resultado em seu primeiro jogo no Brasileirão.
Imirante Esporte, com informações da CBF13/08/2020 às 23h52
Fellipe Bastos brilha, e Vasco bate o Sport em São JanuárioJogando em casa, o Vasco derrotou o Sport. (Thiago Ribeiro / AGIF)

RIO DE JANEIRO - O Vasco estreou no Brasileirão com o pé direito de Fellipe Bastos. Na noite desta quinta-feira (13), em São Januário, o camisa 8 anotou os dois gols da vitória carioca diante do Sport, pela segunda rodada da competição.

Vasco e Sport começaram a partida em ritmo intenso. Logo no primeiro minuto, o Leão apresentou seu cartão de visitas pelos pés de Willian Farias que parou em boa defesa de Fernando Miguel. A resposta carioca veio com Cano, aos quatro. Na sequência, Pikachu também assustou para o time da casa. Mas foi Fellipe Bastos, aos oito, quem colocou os vascaínos em vantagem. Benítez apareceu bem pela esquerda e fez o cruzamento certeiro para o volante fazer valer a Lei do Ex em São Januário: 1 a 0. Aos 16, Benítez quase marcou o segundo do Vasco em cobrança de escanteio. Três minutos depois, o Rubro-Negro assustou na mesma moeda em batida de Jonatan Gomez. Autor do gol cruzmaltino, Fellipe Bastos viveu uma noite inspirada. O camisa 8 cobrou falta do meio da rua, na marca dos 29, e carimbou a trave. Mas o cara da partida queria mais. E, aos 31, em mais uma cobrança de falta, anotou um golaço para ampliar contagem: 2 a 0.

Sem tirar o pé do acelerador, os donos da casa voltaram com tudo para a etapa complementar. Foram três chances em menos de dez minutos: Benítez, Fellipe Bastos e Cano tentaram e Maílson salvou o Sport. Só que as chances cruzmaltinas pararam por aí. Correndo atrás do prejuízo, o Sport chegou em cobrança de falta de Bruninho, mas Fernando Miguel evitou o gol, aos 20. Dois minutos depois, Maidana, de cabeça, foi quem assustou para o Leão. A partir daí, o confronto perdeu em intensidade. Já nos instantes finais, os visitantes voltaram a pressionar. Após bola alçada na área, Adryelson cabeceou direto na trave, aos 40. Sem mais bola na rede, o placar do primeiro tempo permaneceu até o apito final.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.