Libertadores

Palmeiras vence o San Lorenzo e garante melhor campanha

Com a vitória, a equipe paulista chegou aos 15 pontos do grupo F.
Imirante Esporte, com informações da Agência Palmeiras08/05/2019 às 23h41
Palmeiras vence o San Lorenzo e garante melhor campanhaPalmeiras termina a primeira fase da Libertadores com a melhor campanha na competição. (Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras)

SÃO PAULO - Palmeiras e San Lorenzo-ARG se enfrentaram no Allianz Parque, na noite desta quarta-feira (08) e, ao vencer o adversário argentino por 1 a 0, com gol de Gustavo Scarpa no segundo tempo, a equipe paulista garantiu a primeira colocação geral da primeira fase da Conmebol Libertadores, podendo decidir os jogos de volta das fases decisivas em casa. Vale ressaltar, que ambos os times que duelaram esta noite já estavam classificados para as oitavas de final.

Individualmente, o atacante Dudu, que está no clube desde 2015, completou a expressiva marca de 250 jogos com a camisa do Verdão. Atualmente, Dudu ocupa a 48º, ao lado de Del Nero - A 47ª posição pertence a Márcio Araújo, com 252. Este ranking é liderado pelo eterno meio-campista dos anos 60 e 70 Ademir da Guia, com 902 partidas.

Borja também completou uma marca importante com a camisa palmeirense: chegou a 100 jogos pelo clube. Contratado pelo Verdão em 2017, o colombiano, de 26 anos, sagrou-se artilheiro do grupo palmeirense em 2018, com 20 gols, além de ter sido goleador máximo do Campeonato Paulista e da Libertadores do ano passado (com sete e nove tentos, respectivamente). O atacante – que inclusive representou o Verdão na Copa do Mundo da Rússia 2018 contabiliza um total de 33 gols marcados nestes seus 100 jogos no clube – números que colocam o camisa 9 dentre os 10 estrangeiros que mais fizeram gols pelo clube e no top 100 dos maiores artilheiros do Verdão em todos os tempos, independentemente da nacionalidade.

O lateral Victor Luis também possui uma ótima marca individual. Ele não sabe o que é perder desde 30 de maio de 2018, pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão (1 a 0 para o Cruzeiro). De lá para cá, o camisa 26 atuou em 36 duelos (26 vitórias e 10 empates). É o jogador do atual elenco com a maior invencibilidade

Os zagueiros Gustavo Gómez e Luan vivem ótima fase com a camisa do Palmeiras. Ao vencer o San Lorenzo-ARG por 1 a 0 nesta quarta-feira (08), o Palmeiras passou mais um jogo sem ser vazado, alcançando a marca de sete partidas consecutivas dentro do Allianz Parque e 788 minutos (contando acréscimos). A marca já é a maior da história da arena, inaugurada em 2014. Os outros duelos da sequência foram: Melgar-PER (3x0), Ponte Preta (1x0), São Paulo (0x0), Júnior Barranquilla-COL (3x0), Fortaleza (4x0) e Internacional (1x0). A última vez em que uma dupla ficou por tanto tempo sem sofrer gol foi em 1994: à época, Cléber e Antônio Carlos ficaram sem ser vazados por, pelo menos, 540 minutos (sem acréscimos). O recorde na história palestrina sem ser vazado levando em conta uma dupla de zaga, porém, pertence a Marcio e Vágner Bacharel que, em 1987, ficaram por pelo menos 1080 minutos sem deixar o time sofrer gol.

O sistema defensivo do Verdão, aliás, é um grande destaque. Levando em conta todos os clubes que hoje disputam a Série A do Brasileiro e suas respectivas campanhas desde o início da temporada de 2019, o Palmeiras é quem detém a melhor defesa, de forma isolada: foram apenas 8 gols até aqui, contra 13 de Cruzeiro e Grêmio. Além disso, o Alviverde ainda detém ainda menor média de gols sofridos (0,31, contra 0,50 do Grêmio) e também é a equipe que, no percentual, mais ficou sem ser vazada (70,83% dos jogos, contra 68% do Cruzeiro), além de ser o segundo time que menos perdeu me 2019 (duas vezes, contra um revés do Cruzeiro). As estatísticas são do FutDados.

E não são só os jogadores. Técnico responsável por conduzir o time palmeirense ao memorável título da Libertadores de 1999, há 20 anos, Felipão completou, contra o San Lorenzo-ARG, a marca de 40 jogos de Libertadores pelo Palmeiras. Com estes 40 jogos, Luiz Felipe Scolari é quem mais comandou o Verdão em jogos de Libertadores em toda a história e também o que mais venceu (22 triunfos). O ano de 2019 marca a quarta disputa do torneio dele no Verdão; as outras três foram em 1999 (campeão), 2000 (vice-campeão) e 2018 (semifinalista).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.