Campeonato Brasileiro

Barroca comemora vitória do Botafogo e diz que mérito é dos jogadores

O Alvinegro bateu o Fortaleza e chegou aos seis pontos no Brasileirão.
Imirante Esporte, com informações do Botafogo FR06/05/2019 às 20h50
Barroca comemora vitória do Botafogo e diz que mérito é dos jogadoresEduardo Barroca, técnico do Botafogo. (Vitor Silva / Botafogo FR)

RIO DE JANEIRO - O único remédio para o Botafogo no início do Campeonato Brasileiro era vencer, principalmente a sequência de dois jogos em casa, contra Bahia e Fortaleza. E o time obteve os dois resultados positivos. Após a vitória de domingo, o técnico Eduardo Barroca valorizou o grupo.

O treinador concedeu entrevista coletiva e fez questão de dizer que o mérito é dos jogadores, quem compraram suas ideias no início de trabalho. Confira os principais trechos:

Vitória sobre o Fortaleza

"Quando eu cheguei, falei que o objetivo principal era resultado a curto prazo. O Botafogo tinha essa necessidade e continua tendo. Tenho que dar o mérito aos jogadores. Estão trabalhando muito duro, se dedicando muito nos jogos. Foi um jogo difícil, contra uma equipe que tem sequência de trabalho. Contra o Fortaleza, a equipe que não for bem organizada vai sofrer. Foi bem difícil. No intervalo eu disse que talvez tenha sido o jogo mais tático dos três até agora. Mas saímos extremamente felizes com uma vitória muito importante. Estamos nos dedicando muito para poder pontuar o máximo possível até a Copa América. Os jogadores tem trabalhado e se dedicado muito. O mérito é deles".

Jogo coletivo

"Nossa saída de bola foi boa, mas a gente teve outra vez dificuldade de progressão. O Fortaleza jogou com duas linhas de quatro bem compactas. Tentamos sair de pé em pé, com tranquilidade. As chances que tivemos no primeiro tempo foram em decorrência de chegar no ataque com mais jogadores. Todas as jogadas mais apoiadas foram assim. O Fortaleza estava compacto, estava difícil de entrar".

Crescimento

"A gente ainda precisa de muita coisa, muita margem para evoluir. Ainda não estou satisfeito com a coletividade da equipe, precisamos ter o jogo mais controlado. Para isso precisamos repetir. E antes desse jogo não treinei. Não tivemos tempo. A ênfase foi com atividade a quem não vinha sendo relacionado. Precisam de hábito coletivo, de treinamento, ter um pouco mais de entrosamento, se entender melhor. Mas os jogadores estão se dedicando muito, compensando com entrega, dedicação, jogadores experientes colocando em prática".

Lateral direita

"Ainda é um pouco cedo para falar do próximo jogo. Gostei muito da atuação do Fernando. Mas não posso deixar de falar do Marcinho, um cara especial para todos nós e que vem com uma sobrecarga grande. Conversei com ele ontem. Em momento algum ele transferiu essa sobrecarga para outra pessoa ou situação. Ele sabe que precisa melhorar. É um homem sério, profissional, está trabalhando para isso. Essa situação do Marcinho mobilizou e vem mobilizando o elenco, para encontrar saídas para ganharmos os jogos. Ninguém suporta entrar em campo e ser vaiado. Isso afeta diretamente o Marcinho como afetaria qualquer um. Mas tenho 100% de confiança no Marcinho, formado no clube, precisa retomar a alegria de treinar e jogar, precisa viver mais experiências como a de hoje. A torcida gritou o nome dele quando foi entrar, a torcida do Botafogo reconhece momentos de dificuldade. O Marcinho é muito importante para todos nós e tem o apoio do grupo todo".

Fluminense

"Outra batalha dura contra outra equipe que tem hábitos coletivos consistentes. Vamos tentar nos superar, jogar outro jogo de alto nível. (Fernando) Diniz organiza muito bem sua equipe, tem bons jogadores. Mas acho que temos potencial para crescer ainda mais com muita humildade. Só vamos ser competitivos nessa competição se a gente trabalhar muito".

Defesa

"Dos quatro gols que tomamos, em três estávamos bem equilibrados defensivamente. Tínhamos superioridade dentro da área. A gente está trabalhando para ajustar. Não consegui treinar depois do jogo do Bahia. Ontem nem cobramos bola parada. Sabia que o jogo hoje ia exigir muito. De terça a sexta temos muita coisa para trabalhar, para ganhar em competição. Com uma semana cheia é muito importante abrir a competitividade entre eles. O jogo contra o Fluminense vai ser muito difícil".

Possíveis mudanças no time

"Acho fundamental ter hábito coletivo, entrosamento. Mas não abro mão da competitividade na posição. Tem competição dele mesmo, na posição e a competição na hora do jogo. Tomo minhas decisões pautado em critério, coerência e nesses três pontos".

Evolução

"A mais importante delas é a vontade dos jogadores de atuar em alta intensidade. Sem isso não consigo realizar nada. Tenho sentido os jogadores com muita vontade de buscarem os resultados. Entendo que a gente precisa manter mais o controle do jogo, ter mais a bola, deixar o jogo menos lá e cá. Com isso a gente fisicamente vamos nos sentir mais confortáveis. Deixando o jogo mais vivo temos uma necessidade maior de se desgastar. Podemos ter dificuldade de manter a intensidade. É um dos pontos. Lógico que desenvolver o terço final do campo, melhorar bola parada, ter mais jogadas ensaiadas, mais organização e consistência defensiva... São pontos para serem trabalhados nessa semana. Ainda não estamos satisfeitos. Estou feliz com a vitória, mas longe de estar satisfeito. Vamos trabalhar para crescer em todos os sentidos".

Semana cheia

"É tentar aproveitar o tempo que se tem e os artifícios para tentar fazer isso para todos. Nos últimos dias não consegui treinar os titulares, mas tive a chance de dar atenção aos reservas. Gosto de positivar o jogador, além das correções, mostrar o que ele acertou. Criar prazer de fazer novamente. Existem formas de fazer isso. Espero conseguir aproveitar isso da melhor forma".

Alex Santana

"Gostei muito da entrada dele. Mas a competição está aberta para todos. Alex foi decisivo, entrou bem. Já tinha entrado bem contra o Bahia. Vamos treinar, ver como eles retornam, como eles competem, para poder fazer a escolha".

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.