Campeonato Brasileiro

Andrey pede espírito decisivo ao Vasco na reta final do Brasileirão

Com o empate diante do Botafogo, o Cruz-maltino saiu da zona do rebaixamento da competição nacional.
Imirante Esporte, com informações do CR Vasco da Gama10/10/2018 às 22h05
Andrey pede espírito decisivo ao Vasco na reta final do BrasileirãoAndrey, volante do Vasco. (Rafael Ribeiro / CR Vasco da Gama)

RIO DE JANEIRO - Em seu 28º compromisso pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama não conseguiu impor seu ritmo de jogo e acabou empatando em 1 a 1 com o Botafogo no Estádio Nilton Santos. O resultado fez a equipe cruz-maltina chegar aos 31 pontos e ultrapassar Ceará e Chapecoense na tabela de classificação, assumindo o 15º lugar e se afastando um pouco do indesejável Z4.

Embora tenha terminado a última terça-feira (09) numa posição acima da que iniciou a rodada, o Vasco não dormiu completamente satisfeito. Durante bate-papo com os jornalistas na zona mista, o volante Andrey declarou que o objetivo vascaíno era sair de campo com os três pontos. O prata da casa lamentou a queda de produção da equipe durante a etapa final.

"O empate é sempre ruim, principalmente quando uma equipe está brigando na parte de baixo na tabela. Era um clássico, mas precisávamos sair com a vitória e viemos para cá pensando na conquista dos três pontos. Infelizmente, não fizemos um bom segundo tempo, recuamos muito e o Botafogo aproveitou para colocar pressão. Agora teremos mais um jogo importante contra o Cruzeiro. É somar três pontos para sairmos de vez dessa situação", disse o camisa 15.

Com o empate diante do Botafogo, o Vasco ampliou sua invencibilidade dentro da competição nacional para cinco partidas. O problema é que o período sem derrotas foi construído até o momento com apenas uma vitória, diante do Bahia, em São Januário. Para os triunfos voltarem a aparecer, Andrey acredita ser primordial para o Cruz-maltino um capricho maior nas conclusões.

"O que nos falta para vencer é a bola entrar. Precisamos caprichar um pouquinho mais nas finalizações. Estamos criando oportunidades, mas não estamos conseguindo transformá-las em gol. Contra o Paraná, por exemplo, tivemos chances e não conseguimos marcar. O mesmo aconteceu contra o Santos no Pacaembu. Fizemos uma grande partida lá e tínhamos tudo para sair com a vitória. Temos que trabalhar para melhorar nesse aspecto", afirmou o jovem.

O próximo desafio do Vasco no Campeonato Brasileiro será diante do Cruzeiro, no domingo (14), às 16 horas, no Estádio de São Januário. O duelo com a Raposa é considerado a primeira das 10 finais que o Cruz-maltino terá pela frente até o término do torneio. Para não ter um final de ano conturbado, o time vascaíno irá procurar fazer o que sempre fez ao longo de sua história: ganhar decisões.

"Nós temos 10 finais até o fim do Campeonato Brasileiro. Sabemos que nossa situação é delicada, então temos que entrar com esse espírito decisivo em todas as partidas. Cada jogo é uma decisão e precisamos vencê-las de qualquer forma, até porque final não se joga, se ganha. É preciso encarar todas as equipes de igual para igual. O Vasco é um clube grande e não merece passar por momentos ruins como esse", concluiu Andrey.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.