Campeonato Brasileiro

Marcelo Oliveira lamenta oportunidades desperdiçadas pelo Fluminense contra o São Paulo

Jogando fora de casa, a equipe carioca empatou com o São Paulo, líder do Brasileirão.
Imirante Esporte, com informações do Fluminense FC03/09/2018 às 20h45
Marcelo Oliveira lamenta oportunidades desperdiçadas pelo Fluminense contra o São PauloMarcelo Oliveira, técnico do Fluminense. (Lucas Merçon / Fluminense FC)

SÃO PAULO - O Fluminense foi até o Morumbi neste domingo e, diante do São Paulo, líder do Brasileirão, ficou no empate em 1 a 1. Apesar do ponto importante conquistado fora de casa, o técnico Marcelo Oliveira lamentou as oportunidades desperdiçadas pelo Tricolor, que jogou com um a mais desde a expulsão de Diego Souza, ainda na primeira etapa, e classificou o resultado como "meio amargo", devido às circunstâncias da partida.

Análise

A sensação que ficou é de que perdemos dois pontos. Talvez, antes do jogo, a ideia de um empate aqui, pelo potencial do São Paulo, pela mobilização dos torcedores, poderia ser assim. Mas, com um jogador a mais e vencendo o jogo, deixamos fugir a vitória. Por mais que o São Paulo tenha tentado pressionar, não tiveram chances claras. Deixamos escapar a vitória em uma bola perdida, que estava nos nossos pés. Tivemos oportunidades de contra-ataques, mas não aproveitamos bem. No fim das contas, é um ponto, meio amargo, mas que pode valer muito na frente. Temos dois jogos em casa pela frente para tentar dar a arrancada que a gente necessita no campeonato.

O jogo

Viemos aqui e nos alertamos para uma pressão inicial. Seria normal que o São Paulo, empurrado pela torcida e pelo bom momento, fosse para cima, tentando jogadas mais ofensivas, mas nós controlamos muito bem o jogo. Depois nos desorganizamos um pouco, começamos a errar alguns passes que o São Paulo aproveitou. No segundo tempo, troquei o Jadson, que já tinha amarelo, pelo Junior Dutra, porque entendi que teríamos mais espaços para contra-ataques. O São Paulo teve muito mérito na reação e nós tivemos uma desatenção na hora do gol. Não fizemos a leitura do jogo no sentido da arbitragem. O árbitro praticamente não marcou faltas. Deixou o jogo correr muito. Ficamos pedindo falta na hora do gol, que acho que não aconteceu, mas aí foi o nosso erro.

Mudanças

A ideia era renovar o fôlego. O Luciano é um jogador que tem lançamento, chuta bem de fora da área, vem treinando muito bem. O Junior Dutra entrou na vaga de um volante para tentar puxar o contra-ataque. Acho que foi mais imposição e mérito do São Paulo do que acomodação do Fluminense. Tentamos os contra-ataques, tivemos a bola do jogo aos 42 minutos. O futebol é assim. O jogo é muito físico, quando temos oportunidades, como as duas bolas na trave, precisamos ter um pouco mais de poder de decisão para resolver o jogo.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.