Apresentado

Guerra planeja “fazer história” e fala em bicampeonato da Libertadores

O Palmeiras tem o torneio continental como prioridade em 2017.
Gazeta Esportiva02/02/2017 às 15h18

O meia Alejandro Guerra foi oficialmente apresentado como jogador da Sociedade Esportiva Palmeiras no começo da tarde desta quinta-feira. Após ganhar a camisa número 18 das mãos de Leila Pereira, proprietária da Crefisa/FAM, o venezuelano traçou planos ousados para a temporada.

“Venho para fazer história. Quero ganhar o carinho da torcida com minhas atuações dentro de campo e espero que eles possam desfrutar de cada jogo. Espero que, junto com companheiros, comissão técnica e torcedores, possamos levantar muitos troféus”, disse Guerra, apresentado na sede da Faculdade das Américas (FAM), patrocinadora do clube.

Eliminado logo na primeira fase da edição de 2016 da Copa Libertadores, o Palmeiras, sonhando como o Mundial, tem o torneio continental como prioridade em 2017. Atual campeão pelo Atlético Nacional, o venezuelano manifestou o desejo de ampliar sua hegemonia logo na primeira resposta.

“Estou muito feliz por chegar a um dos grandes do futebol sul-americano. Esperamos poder levantar outra Libertadores. Vou me esforçar ao máximo, porque não é fácil. Primeiro, espero ter saúde para poder ser coroado de novo com a Libertadores”, reiterou Guerra.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.