Após polêmica

Duarte Júnior recua e diz que Viva Cidadão vai funcionar em dois endereços

Polêmica se arrastava há mais de uma semana e mobilizou e lojistas e empresários.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz28/06/2016 às 20h06
Viva Cidadão da rua Godofredo Viana foi mantido. (Foto: Divulgação/ Raimundo Primeiro)

IMPERATRIZ – Acabou a polêmica que se arrastava há mais de uma semana sobre a transferência do Viva Cidadão da rua Godofredo Viana para o Shopping Imperial, na BR-010, bairro Jardim São Luís.

O presidente do Viva Cidadão, Duarte Júnior, informou em rápida entrevista à TV Mirante , no início da noite desta terça-feira (28), que o órgão vai funcionar nos dois endereços, ao contrário do que vinha sendo anunciado como decisão irrevogável.

“A política que estamos aplicando, não só para Imperatriz, mas para todo o Estado do Maranhão é de expansão, reestruturação e a quebra de um paradigma: que é garantir serviço público com qualidade e eficiência a todos. Essa nossa mudança vai garantir um serviço com qualidade, ou melhor vamos conseguir manter a unidade antiga em funcionamento”, disse o presidente.

Duarte Júnior negou que em algum momento o Viva da rua Godofredo Viana tenha sido desativado e disse que o Estado vem fazendo um esforço para manter as duas unidades, para as quais pediu apoio.

“Peço aos vereadores, aos deputados estaduais para que destinem suas emendas para que o Estado possa manter esse serviço que é essencial não só para Imperatriz, mas para toda a Região Tocantina e todo o Maranhão”, finalizou.

Polêmica

A notícia sobre o fechamento do Viva Cidadão da rua Godofredo Viana, Centro, e a respectiva transferência da estrutura para as dependências do Shopping Imperial mobilizou usuários dos serviços, lojistas empresários e até políticos de Imperatriz.

A Associação de Lojistas do Calçadão (ALC), defendeu abertamente a manutenção do Viva Cidadão da rua Godofredo Viana, onde ele sempre funcionou, por vários motivos, mas sua maior preocupação seria o desemprego de dezenas de trabalhadores e fechamento de lojas, restaurantes e outros empreendimentos que funcionam em razão da existência do Viva no local.

A entidade chegou a emitir uma nota em que fez um apelo ao Governo do Estado pela manutenção do órgão na rua Godofredo Viana ou conciliação do novo endereço com o velho.

Uma moradora do bairro Santa Rita, e usuária de serviços do Viva, ajuizou uma Ação Popular contra o Governo do Estado para impedir a transferência do Viva da rua Godofredo Viana para o Shopping Imperial. O tema, também, foi discutido pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), pela Câmara de Vereadores e até na Assembléia Legislativa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.