Cartas na Mesa

Maranhão fica bem melhor se Dino for indicado para o STF, diz Yglésio

Na entrevista, o deputado ainda conversou sobre o famoso “jogo do triguinho” e as eleições municipais de 2024.

Ian Sousa/Ipolítica

- Atualizada em 04/10/2023 às 15h24
Yglésio concedeu entrevista aos jornalistas José Linhares Jr e Gilberto Léda. (Paulo Soares/Grupo Mirante)

SÃO LUÍS-  Nesta terça-feira (3), o “Cartas na Mesa", podcast de política do portal Imirante, recebeu o deputado estadual Yglésio Moyses (sem partido). Na conversa o famoso “jogo do triguinho”, o cenário da política maranhense e as eleições municipais de 2024.

Na semana passada, a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), deflagrou a operação  “Quebrando a Banca“, contra divulgadores de jogos online no Maranhão por suposto esquema de pirâmide financeira. Yglésio conta que a operação tem como alvo pelo menos 15 influenciadores digitais. 

Segundo ele, a primeira fase ostensiva da operação teve como alvo a influencer Skarlet Mello e o seu círculo mais próximo. Mas outros divulgadores também estão sendo investigados por diversas contravenções e até mesmo possível formação de quadrilha.

Ao Cartas, Yglésio ainda confirmou sua pré-candidatura à prefeitura de São Luís, faltando apenas a escolha do partido para o ano que vem. “Sou candidato, só falta arrumar o partido, mas estou conversando com quatro legendas”, disse. Para o deputado, a eleição de 2024 será mais uma polarizada com duas frentes, cabendo a cada candidato na sua visão a defesa de sua bandeira ideológica.

Ainda sobre eleições, o parlamentar afirmou que a saída do vereador Paulo Victor (PSDB) da disputa não muda em nada o tabuleiro político para o pleito. Ele disse acreditar também que o governo do Estado não vai apoiar nenhum dos candidato em São Luís publicamente pelos problemas financeiros do Estado. 

Vale lembrar que nesta segunda-feira (2), o governador em exercício Felipe Camarão (PT) anunciou decreto com medidas obrigatórias de redução de despesas. A contenção dos gastos ocorre em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e para a reorganização das contas públicas.

Na entrevista, Yglésio falou sobre uma possível indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Na sua avaliação o Maranhão ficará “bem melhor” se isso ocorrer. “Vai entrar um tempo de reequilíbrio de forças, forças mais de diálogo e menos de imposição, de atropelamento de adversários”, declarou o parlamentar.

Confira a entrevista completa abaixo: 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.