Educação no trânsito

Saiba quais estratégias e cuidados podem diminuir o estresse no trânsito

Veja as dicas de um profissional sobre o que fazer para melhorar esses problemas.

Jacelena Dourado/Imirante

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h08

SÃO LUÍS – Todo motorista precisa, antes de tudo, lembrar que também é pedestre. Desta forma fica mais fácil ter respeito com quem está passando pelas ruas enquanto estiver conduzindo um veículo.

Mas, dirigir no trânsito de uma cidade movimentada em horário de grande fluxo não é fácil, pois o condutor perde a paciência rapidamente e acaba adquirindo cansaço físico e mental. Em consequência destes desgastes pode acontecer brigas de trânsito, acidentes e até coisas mais graves, como mortes no trânsito.

O psicólogo Joaquim Pinheiro Filho, que é integrante da Associação de Médicos e Psicólogos do trânsito, orienta que é necessário saber conviver com este estresse para não ter problemas maiores. “Existem alguns métodos para minimizar a situação, um exemplo é sair um pouco mais cedo de casa, já prevendo que pode haver engarrafamento e outros transtornos pelo caminho, pois a gente percebe que as pessoas precisam estar ás 8h no trabalho e saem de casa faltando apenas cinco minutos para as 8h, aí não vai dar certo. A Cada dia o trânsito vai piorando e você gastas mais tempo do que o normal, então é preciso programar o tempo e a rota”, destaca o psicólogo.

Já que o estresse no trânsito existe de maneira incontrolável, o condutor precisa lembrar sempre que deve deixar os mais apressados passarem à frente para evitar violência e confusão. Muitas vezes, a falta de respeito com os outros condutores e com os pedestres desencadeiam acidentes, brigas e problemas maiores no trânsito.

Para quem tem medo de dirigir, o estresse também é grande, pois o condutor fica com medo de tudo dar errado no trajeto. “A dica para este caso não tem segredo, é mesmo a prática. Comece praticando em lugares menos movimentados e vá aprendendo as rotas que com o tempo se consegue tranquilamente”, enfatiza o especialista.

Para ler mais notícias do Imirante, clique em imirante.com. Também siga o Imirante no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.