Competição

Estudantes maranhenses são finalistas de premiação nacional sobre tecnologia e combustíveis sustentáveis

A equipe de estudantes desenvolveu um combustível sólido de alto rendimento produzido a partir de cascas de coco e serragem.

Imirante.com, com informações da assessoria

Equipe do Iema, unidade de Tutóia, que está entre as 10 finalistas de todo o Brasil no ‘Solve For Tomorrow’. (divulgação)

TUTÓIA - Uma equipe de alunos do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) de Tutóia, está entre as 10 finalistas de todo o Brasil no ‘Solve For Tomorrow’, concurso que premia iniciativas tecnológicas e de produção de combustíveis sustentáveis. 

Após a divulgação da lista dos selecionados para a final, os projetos agora seguem para a última etapa, em que serão escolhidos três vencedores. O grupo é formado pelos alunos Mackson Henrique, Ynara Santos, Rayka Silva, Luan Oliveira e Gustavo Silva, todos do 1º ano do Ensino Médio do Iema Casemiro de Abreu. 

Coordenada pelo professor Lute Rafael de Souza e com parceria da professora Ivonete Carvalho de Oliveira, a equipe de estudantes desenvolveu um combustível sólido de alto rendimento produzido a partir de cascas de coco e serragem. “Ele [o combustível] ajuda na erradicação da pobreza, fome zero, educação de qualidade, energia acessível e limpa, além de emprego digno, crescimento industrial e inovação”, elencou Ynara Santos, que acredita que o projeto trará benefícios aos moradores de Tutoia. “Vai ajudar muito o nosso lugar”, compartilhou, empolgada com o resultado.

De acordo com o professor Lute Souza, a ideia surgiu em uma disciplina eletiva chamada ‘Made in Tutoia’: ‘Feito em Tutoia’, em português. “Essa disciplina abordava os três produtos que são carro-chefe da cidade: o camarão, a mandioca e o coco. Tem ruas inteiras no povoado Arpoador [na região dos pequenos lençóis] que são pavimentadas usando casca de coco que sobra do consumo da água de coco. Daí, surgiu a ideia de dar mais uma utilidade para essa casca, transformando em combustível”, explicou o professor.

O próximo passo é produzir um vídeo breve contando sobre o projeto. O conteúdo das 10 equipes finalistas estará disponível no site da Solve For Tomorrow, onde passará por votação pelo Júri Popular. 

O estudante Mackson Henrique contou a sensação de orgulho ao ver que o combustível foi selecionado - e se mostra com grandes expectativas de ser um dos campeões. “Senti que os nossos esforços foram reconhecidos. Estou ansioso, mas muito confiante que ele ficará entre os três melhores do Brasil”, afirmou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.