COLUNA

Ana Emília Rios
Ana Emília Rios é nutricionista clínica com foco em qualidade de vida e bem estar.
Saúde

Outubro Rosa: Nutrição e Prevenção do Câncer de Mama

O câncer de mama pode ocorrer em mulheres e, raramente, em homens.

Ana Emília Rios/ Nutricionista

- Atualizada em 16/10/2023 às 18h59
Prevenção do câncer de mama é o melhor caminho. (Foto: reprodução)

O câncer de mama é um dos tumores mais prevalentes no mundo todo, acometendo mulheres de todas as classes sociais e culturas.

Assim como qualquer tumor, o seu diagnóstico precoce é essencial para uma melhor resposta ao tratamento, assim como um favorável prognóstico. No entanto, a prevenção ainda é o melhor caminho ao seu combate.

Como sabemos, o câncer de mama é uma neoplasia maligna, relacionado a um conjunto de fatores modificáveis, parcialmente modificáveis e não modificáveis.

Os fatores não modificáveis são os que não podem ser alterados devido à predisposição genética, idade e o processo de envelhecimento, ou seja, ocorrem de forma natural. Os parcialmente modificáveis são fatores em que há exposição ao longo da vida, como alterações hormonais, por uso de reposição, como os anticoncepcionais e a gravidez. Já os modificáveis, são os que estão ligados à nutrição e ao estilo de vida adotado, principalmente pelo excesso de gordura na dieta, por consumo de alimentos ultraprocessados e do abuso de cigarro e álcool.

Nesse caso, adequação do consumo alimentar, a ingestão de uma dieta equilibrada rica em vegetais, frutas, fibras e a diminuição do consumo de bebidas alcoólicas, é essencial não só para a prevenção do câncer de mama, mas também contra eventos cardiovasculares, associados ao excesso de peso.

A prevenção do câncer de mama é o melhor caminho! Quando falamos de câncer, a prevenção é um dos fatores primordiais no combate ao seu desenvolvimento, alguns fatores que podem ajudar em sua prevenção:

Aleitamento materno:

Além do seu grande beneficio para o bebê, o aleitamento segundo estudos pode reduzir em até 2% o risco de câncer de mama, devido à diminuição de alguns hormônios como o estrogênio e seu auxílio na diminuição dos níveis séricos da insulina, que quando elevados podem aumentar o risco da doença.

Alimentação saudável:

Como dito anteriormente, a alimentação balanceada e equilibrada auxilia na prevenção de diversas doenças, assim como no câncer de mama.

Sendo assim, aumentar a ingestão de alimentos ricos em fibras e vitamina A, dar preferência a alimentos in natura, reduzir o consumo de alimentos gorduroso e doces e aumentar a ingestão hídrica são alguns dos fatores que contribuem com a sua prevenção.

Prática de atividade física:

A prática de exercício é benéfica para a saúde como um todo, sendo assim, a sua prática regular, está associada a menor predisposição a diversas doenças.


 

As opiniões, crenças e posicionamentos expostos em artigos e/ou textos de opinião não representam a posição do Imirante.com. A responsabilidade pelas publicações destes restringe-se aos respectivos autores.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.