Cartas na Mesa

Fábio Câmara diz que não será candidato a vereador em São Luís

Ex-vereador da capital, o empresário rechaçou a ideia de voltar a disputar uma vaga na Câmara Municipal.

Ipolítica

- Atualizada em 11/10/2023 às 17h24
Fábio Câmara concedeu entrevista aos jornalistas José Linhares Jr e Gilberto Léda. (Paulo Soares/Grupo Mirante)

SÃO LUÍS- O Cartas na Mesa, podcast de política do portal imirante, recebeu nesta terça-feira (10) Fábio Câmara. Na conversa, ele garantiu que não será candidato a vereador em São Luís.

Fábio Câmara atualmente é pré-candidato a prefeito de São Luís pelo PDT. Segundo ele, caso o partido não ache viável seu nome para disputa o mesmo estará fora do pleito. Ainda existe uma incógnita sobre o PDT em relação há uma candidatura única da legenda.

A hipótese é levantada nos bastidores desde que ele decidiu iniciar movimentos rumo a uma pré-candidatura a prefeito – como se isso fosse uma forma de se fortalecer para uma eleição proprcional.

“Eu não sou candidato a vereador. Em hipótese alguma. E não vou colocar meu irmão, nem tampouco minha esposa. Eu não sou candidato a vereador em São Luís, mas converso com minhas lideranças, que aguardem um pouco, porque nós temos um grupo. E, dentro do PDT, nós vamos escolher ajudar o partido, essa é a regra do jogo. E, se o senador Weverton [Rocha], se o presidente [Raimundo Penha], se o líder Aziz [Santos], a liderança do PDT, entender que é melhor eu não ser candidato, eu não serei candidato de mim sozinho”, disse.

Sobre as eleições de 2016 quando saiu candidato, em São Luís, Câmara afirmou que nunca gostou de zona conforto e por isso tentou ser o primeiro prefeito negro da capital maranhense.

“Eu nunca gostei da zona de conforto. Eu sempre busquei mais porque eu me lembro do que minha mãe me disse. Não tem nada pronto pra mim. E não só pra mim, pra a maioria das pessoas. Eu posso dar um exemplo. Nós temos 411 anos, se nós fizermos numa linha direta, nós tivemos 112 prefeitos, vamos fazer uma mudança de órbita, desses 112 prefeitos, nenhum prefeito negro, a segunda maior população negra do Brasil. Tá, então vamos mudar tudo isso, se nós tivéssemos 112 prefeitos negros e não tivesse um branco, como seria? Como seria essa interpretação? não. Pois é, tu nem consegue imaginar, ninguém consegue nem imaginar isso, é surreal. Então eu decidi ser candidato a prefeito de São Luís e aí eu fiz o que você me disse. . E eu sou muito grato ao povo de São Luís que me deu esses três pontos”, disse.

Assista a entrevista completa abaixo: 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.