Análise

Dino se destaca politicamente em um Brasil de problemas

Ministro da Justiça e ex-governador do Maranhão tem encontrado terreno fértil para se projetar nacionalmente diante de um Congresso que deixa de lado o enfrentamento dos problemas dos brasileiros para tentar desqualificar Flávio Dino.

Carla Lima/Ipolítica

Ministro Flávio Dino se destaca nas redes sociais pelas suas falas a deputados e senadores (Lula Marques / Agência Brasil)

SÃO LUÍS - O ministro da Justiça e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), tem se beneficiado politicamente de suas idas para audiências na Câmara dos Deputados e no Senado. Tanto que nas redes sociais há pedidos para ele se candidatar a presidente da República em 2026.

Mas não tem como Dino não se destacar nessas reuniões. São falas baseadas em fake news ou informações sem consistência alguma que deixam o terreno livre para o ex-governador maranhense tanto apresentar os resultados de sua gestão no Ministério da Justiça sem contestações sérias quanto “lacrar” às custas da falta de preparo dos opositores.

Mas todos estes cenários circenses montados nas duas Casas não têm resultado prático para a sociedade.

Debates sem sentido, repetitivos e que deixa a triste expectativa de que, no campo da política, o cenário será, por quatro anos, de querelas com a mesma dicotomia dos que se consideram de direita ou de esquerda.

Dinheiro público sendo gasto, tempo sendo perdido enquanto há sérios problemas a serem enfrentados. São 65 milhões de brasileiros que passam fome ou que não conseguem todos os dias fazer as três refeições principais. Mas para deputados e senadores o mais importante é a querela política no Congresso.

São mais de 9 milhões de pessoas desempregadas no Brasil, segundo dados do IBGE, mas o ministro da Justiça tem que responder perguntas pelas mesmas questões: 8 de janeiro, ida ao morro, acesso a armas. Tudo para uma oposição manter um discurso dentro de suas bolhas de apoiadores. 

A maioria dos brasileiros não tem acesso a educação de qualidade, não conseguem ter atendimento na saúde sem enfrentar longas filas, falta de leitos, de medicamentos e até de médicos. 

Mas os congressistas acham prioritário gastar dinheiro público em audiências de horas recheadas de desinformações, deboches e muita gritaria. Um circo de mal gosto! 

Os brasileiros vivem a intensa falta de segurança. Assaltos, assassinatos, crescente poder do crime organizado, tráfico de drogas. Mas nem nesta área, que é do Ministério da Justiça, os senadores e deputados se preocuparam em buscar saídas para reduzir toda a violência e criminalidade no Brasil.

O importante é “lacrar” nas redes sociais.

E os problemas não são somente os sociais. Tem os econômicos e ambientais, por exemplo. Mas estes não são mais importantes para senadores e deputados quanto tentar desqualificar de alguma forma o ministro da Justiça.

E diante de todo este caos, o maranhense Flávio Dino vai surfando e se destacando politicamente. Uma pena que é às custas dos problemas dos brasileiros.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.