AMOSTRADINHO?

Deputada se manifesta sobre veto de Camarão e diz que atitude foi para "lacrar"

Segundo a deputada Mical Damasceno, o governador em exercício está com síndrome de grandes poderes pelo fato dele ter assumido o cargo em três dias

Kailane Nunes / Ipolítica

Deputada Mical Damasceno (Agência Assembleia)

MARANHÃO - A deputada estadual Mical Damasceno se manifestou nesta quarta-feira (10) sobre o governador em exercício, Felipe Camarão, ter vetado o projeto de lei (PL)  nº 441/2023 da própria parlamentar. O PL foi aprovado em primeira e segunda votação pela Assembleia Legislativa do MA e permite aos pais proibirem os filhos de participarem de atividades pedagógicas de gênero em escolas do Estado.

A parlamentar disse estar surpresa com a “síndrome de grandes poderes” do governador em exercício, pelo fato dele ter assumido o cargo em três dias e ter vetado seu projeto. 

“Assumiu o cargo há três dias e quer lacrar. Acho que ele ficou imaginando: o que devo fazer para aparecer? O amostradinho.”, disse Mical. 

Segundo a deputada, o projeto não está proibindo nada e só dá o direito para os pais serem informados sobre qualquer atividade pedagógica de gênero. 

“Esse moço nunca foi eleito diretamente. Todas as vezes que assumiu cargo público foi por indicação e quando é na hora ele se acha o tal em vetar o nosso projeto querendo acabar com as famílias maranhenses”, destacou a deputada.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.