Operação Paz

Quatro pessoas pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio e estupro de vulnerável

As prisões fazem parte da Operação Paz.

Imirante.com

- Atualizada em 29/11/2023 às 14h21
As prisões foram comandadas pela Delegacia de Polícia do município. (Divulgação)

BREJO - Na manhã dessa terça-feira (28), equipes da Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) conseguiram prender, na cidade de Brejo, quatro pessoas acusadas pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio e tentativa de homicídio. As prisões foram comandadas pela Delegacia de Polícia do município.

Clique aqui para seguir o canal do Imirante no WhatsApp

O primeiro caso é de um homem, de 29 anos, que foi alvo de um mandado de prisão condenatória pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 11 anos, resultando em gravidez. O preso foi condenado a uma pena de 9 anos e 4 meses pelo crime.

Pelo crime de homicídio, os policiais civis cumpriram um mandado de prisão definitiva contra um homem, de 27 anos, que teve como vítima o seu próprio tio. O suspeito foi condenado a uma pena de 15 anos e 6 meses.

Também por homicídio, as equipes policiais cumpriram um mandado de prisão definitiva contra um homem, de 28 anos. O acusado foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado.

Ainda de acordo com a polícia, os investigadores ainda cumpriram um mandado de prisão preventiva contra um homem, investigado por tentativa de homicídio ocorrido no Distrito Federal. 

Ele teria desferido um golpe de martelo na cabeça do chefe de trabalho, em razão de uma suposta dívida. O homem foi localizado no Povoado Olaria, zona rural de Brejo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.