DE VOLTA

Lula sanciona novo Dpvat com vetos; entenda

O Dpvat foi extinto em 2020, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que assinou uma MP (Medida Provisória) que acabou com o seguro em 2019.

Ipolítica

Lula (Reprodução)

BRASIL - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, com vetos, a lei complementar que estabelece a retomada da cobrança obrigatória do Dpvat, Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres. A medida foi publicada nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial da União. 

Nomeado como Spvat, Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes de Trânsito, o seguro cobrirá indenizações por morte e por invalidez permanente, total ou parcial, além do reembolso de despesas com assistência médica, serviços funerários e reabilitação profissional da vítima. 

Leia também: Senadores do Maranhão votaram pela criação do novo DPVAT

A medida determina a destinação de 35% a 40% do valor arrecado a Estados e municípios onde tenha serviço municipal de transporte público coletivo. O texto foi aprovado pelo Congresso em 8 de maio.

Os vetos de Lula foram em 2 artigos que classificavam o não pagamento do seguro no prazo estipulado pela lei como infração grave, com multa de R$ 195,23. Lula justificou que a penalidade “contraria o interesse público, pois acarreta ônus excessivo pelo não pagamento”.

Ressalte-se que o Projeto de Lei Complementar já prevê a obrigatoriedade de quitação do prêmio do SPVAT para fins de licenciamento anual, de transferência de propriedade e de baixa de registro de veículos automotores de vias terrestres”, completou.

O valor anual do SPVAT não foi definido. O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), disse que deve ficar em torno de R$ 50 a R$ 60 por ano.

ENTENDA

O Dpvat foi extinto em 2020, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que assinou uma MP (Medida Provisória) que acabou com o seguro em 2019. Portanto, o Congresso não aprovou a proposta.

Em 2021, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) extinguiu o seguro. Agora, com um dispositivo incluído na proposta, o Dpvat disponibiliza ao governo um crédito de R$ 15,7 bilhões.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.