'Portinarião'

Imperatriz recebe primeira exposição de Candido Portinari no Maranhão

A exposição, que será aberta no Centro Cultural Tatajuba, apresenta obras do renomado artista conectadas à cultura maranhense e celebra os 120 anos do artista.

Na Mira, com informações da assessoria

- Atualizada em 09/12/2023 às 08h38
Exposição tem início nesta terça-feira. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - A partir desta terça-feira (12), os visitantes do Centro Cultural Tatajuba, em Imperatriz, terão a oportunidade única de imergir em um universo que entrelaça a riqueza da cultura maranhense com a arte de um dos maiores representantes da alma brasileira: o pintor Candido Portinari. 

Os olhos visionários de Portinari capturam a essência da cultura, paisagem e tradições brasileiras, oferecendo uma experiência enriquecedora e inspiradora aos admiradores de sua obra. Aberta a toda a comunidade, “Portinarião – Uma exposição de Candido Portinari no Maranhão” será inaugurada às 17h desta terça, e poderá ser visitada até maio de 2024. 

Com a mostra, o Centro Cultural Tatajuba se torna a primeira instituição cultural do Maranhão a receber uma exposição de Candido Portinari em parceria com o Projeto Portinari. Em 1998, obras do pintor estavam programadas para serem exibidas em São Luís e, no entanto, a mostra não se concretizou. 

“Hoje, compreendo que a estreia deste renomado artista no Maranhão estava destinada a ser em Imperatriz. Isso significa trazer para nosso público uma poderosa ferramenta educacional, reforçando, ainda, suas contribuições para a Cultura, a Educação e o Turismo de Imperatriz e do Maranhão, como também criar possibilidades para integrar nossa cidade ao circuito nacional de exposições”, comenta Solanda Steckelberg, fundadora do Centro Cultural Tatajuba.

Além de Imperatriz, a trajetória de Portinari também irá reverberar em João Lisboa, na comunidade de Bom Lugar. Com os esforços do Padre Ernane, será criada a Sala de Artes Maria Candida, um espaço integrado à Biblioteca Comunitária Poeta Ângelo Natanael. A sala receberá o nome da filha de João Candido Portinari, único filho de Candido Portinari.

Portinari e o Maranhão

Concebida pelo Departamento de Arte, Educação, Inclusão e Pertencimento do Projeto Portinari e realizada pelo Centro Cultural Tatajuba, a mostra oferece aos visitantes a oportunidade de conhecerem 44 obras do artista em impressão giclée. A impressão giclée é uma técnica sofisticada de impressão digital que utiliza microjatos de tinta, papéis específicos e tinta de longa duração. O processo resulta em impressões de altíssima qualidade, cujas imagens se apresentam com o máximo de detalhes.

Em “Portinarião”, os moradores de Imperatriz poderão ver trabalhos representativos da obra do artista. “’Portinarião - Uma Exposição de Candido Portinari no Maranhão' representa mais um passo do Projeto Portinari em sua missão de levar a arte onde o povo está. Esta exibição inédita propõe um diálogo entre a rica cultura maranhense e o trabalho imortal e sempre atual de Candido Portinari. Ficamos muito honrados em poder apresentar essa mostra comemorativa dos 120 anos de Portinari no Centro Cultural Tatajuba, na cidade de Imperatriz. Esperamos que toda a população sinta toda a emoção e carinho que dedicamos a esta ação”, diz Guilherme de Almeida, coordenador-geral do Departamento de Arte, Educação, Inclusão e Pertencimento do Projeto Portinari.

Integrando a exposição e enfatizando a conexão com a cultura maranhense, o artista visual Miguel Sousa foi convidado para produzir elementos cenográficos que retratam a tradição do estado, como os fofões, o bicho terra, o papagaio ou a arraia e o boi.

Educativo Portinari 

O Projeto Portinari tem o objetivo de democratizar o acesso ao acervo de Candido Portinari nas mais diversas regiões e realidades brasileiras, atendendo a comunidades, instituições públicas e privadas de ensino, espaços culturais e organizações não governamentais. As exposições proporcionam atividades com crianças e jovens, utilizando diversas técnicas e linguagens da arte como forma de ampliar o diálogo, gerar empregos locais e aproximar públicos plurais ao acervo de Portinari, de maneira reflexiva, criadora e lúdica.

Durante a mostra “Portinarião - Uma Exposição de Portinari no Maranhão”, os visitantes serão recebidos por uma equipe de monitores e arte-educadores que são moradores de Imperatriz e que receberam formação completa do Projeto Portinari. 

“A missão do Núcleo de Arte-Educação e Inclusão Social do Projeto Portinari é levar a mensagem do artista às crianças, aos jovens e adultos, por meio de suas pinturas e também de seu pensamento, expresso nos textos e poemas que o pintor nos legou. É nítida a identificação imediata das pessoas, que se reconhecem nas representações feitas pelo artista e veem suas próprias narrativas presentes nas obras. Estes laços de pertencimento ajudam a desmistificar a arte e instigar o desejo de fazer a sua própria representação. A aproximação de crianças, jovens e adultos à arte potencializa a ampliação de mundos, de estéticas, de pontos de vistas, de modos de perceber a realidade e de interagir com o mundo”, explica João Candido Portinari, diretor e fundador do Projeto Portinari e único filho do pintor.

Sobre o Projeto Portinari

Fundado dentro da área científica da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC- Rio), o Projeto Portinari tem como objetivo, além do resgate abrangente e minucioso da vida e obra de Candido Portinari, gravar a obra do artista na busca de nossa identidade cultural e na consolidação da memória nacional. Não menos importante, o Projeto visa mobilizar a grande mensagem pictórica, ética e humanista de Portinari na promoção de valores mais atuais do que nunca, como a não violência, a justiça social, a fraternidade entre os povos e o respeito à dignidade da vida. O projeto tem, ainda, uma ampla e importante contribuição sociocultural, buscando uma melhor compreensão do processo histórico-cultural brasileiro. 

Por meio de um intenso trabalho de pesquisa, organização e digitalização de imagens, o projeto já catalogou: mais de 5.300 pinturas, desenhos e gravuras; mais de 25 mil documentos sobre sua obra e vida; mais de 6 mil cartas, além de fotografias, filmes, recortes; mais de 10 mil publicações; mais de 70 depoimentos, totalizando 130 horas gravadas de artistas, intelectuais e personalidades de seu tempo. Também realizou pesquisa de autenticidade das obras (Projeto Pincelada), além da publicação do Catálogo Raisonné “Candido Portinari - Obra Completa”, primeira publicação dessa natureza na América Latina.

Sobre o Departamento de Arte, Educação, Inclusão e Pertencimento

Fundado em 1997 como Núcleo de Arte e Educação, o Departamento de Arte, Educação, Inclusão e Pertencimento é a área do Projeto Portinari responsável pela promoção cultural e educacional. Tem como propósito conceber programas de alcance cultural que transcendam fronteiras, sendo disseminados por meio de exposições de réplicas digitais. Dessa maneira, busca preencher lacunas em regiões carentes de atividades culturais e educacionais, ampliando o impacto do Projeto Portinari até municípios que enfrentam limitações financeiras para investimentos em arte e cultura. Com este alcance, vidas e sociedades são enriquecidas pelo fortalecimento do papel transformador da arte.

Sobre o Centro Cultural Tatajuba

O Centro Cultural Tatajuba é um espaço que se dedica à formação artística e à valorização da produção cultural de Imperatriz e região. Oferece uma programação de qualidade, com exposições, mostras de cinema, oficinas, cursos, debates, artes cênicas, fotografia, feira de livros, apresentações de danças, shows musicais e outros eventos gratuitos e acessíveis a todos.



 

Sobre o Instituto Cultural Vale

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. Nos anos 2020-2022, o Instituto Cultural Vale patrocinou mais de 600 projetos em mais de 24 estados e no Distrito Federal. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados via Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Onde tem Cultura, a Vale está. Visite o site do Instituto Cultural Vale: institutoculturalvale.org



 

Sobre a Suzano 

A Suzano é a maior produtora mundial de celulose, uma das maiores produtoras de papel da América Latina e referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras de origem renovável. Os produtos da companhia, que fazem parte da vida de mais de 2 bilhões de pessoas e abastecem mais de 100 países, incluem celulose, papéis para imprimir e escrever, canudos e copos de papel, embalagens de papel, absorventes higiênicos e papel higiênico, entre outros. A Suzano é guiada pelo propósito de ‘Renovar a vida a partir da árvore’. A inovabilidade - a busca da sustentabilidade por meio da inovação - orienta o trabalho da companhia no enfrentamento dos desafios da sociedade. Com 99 anos de história, a empresa tem ações negociadas nas bolsas do Brasil (SUZB3) e dos Estados Unidos (SUZ). Saiba mais em: www.suzano.com.br



 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.