Arte e Música

Festa da Música no Maranhão chega a sua 5ª edição com show especial de Alcione

Acompanhada da FMM Orquestra, a cantora Alcione será a atração principal da Festa, que terá Josias Sobrinho como homenageado especial no Prêmio Papete 2023.

Na Mira

- Atualizada em 03/11/2023 às 14h50
Alcione, homenageada especial na edição passada do evento, em 2022, fará um show exclusivo acompanhada da FMM Orquestra. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - A FMM já se tornou um dos projetos mais representativos do segmento no estado, valorizando os artistas, a diversidade de ritmos e gêneros que integram o ‘ecossistema musical’ maranhense. A iniciativa surgiu em 2019 e acontece em edições anuais. Oficinas, noite do Prêmio Papete e shows para o público, fazem parte da programação do projeto, que devolve o protagonismo local aos artistas, cantores e músicos, e ainda estabelece uma conexão com a cena nacional da música. 

Como destaque no line-up do evento, dia 17 de novembro, na Concha Acústica Reynaldo Faray, a cantora Alcione, homenageada especial na edição passada do evento, em 2022, fará um show exclusivo acompanhada da FMM Orquestra, sob a direção e arranjos do maestro Zé Américo Bastos. No show, clássicos de compositores maranhenses, gravados pela artista, a exemplo de “Boi de Lágrimas” e “Namorada do Sol”, além de sucessos marcantes dos 50 anos de carreira, como “A Loba”, “Estranha Loucura” e “Não Deixa o Samba Morrer”. 

Antes, o público irá conferir um show exclusivo da FMM Orquestra, com Josias Sobrinho, homenageado nesta edição, Erasmo Dibell, Mano Borges, Andrezinho do Acordeon, Nubia, Gabriela Marques, Sandra Duailibe, Regiane Araújo e Emmanuel Ferraro. O show traz um recorte musical com artistas de diferentes gerações e releitura de clássicos de Josias Sobrinho, a exemplo de “Engenho de Flores”, “Catirina”, “Dente de Ouro” e “Terra de Noel”, passeando por “Filhos da Precisão” de Erasmo Dibell, “Você é Tudo” de Mano Borges, até “Me Levo” de Regiane Araújo. Os arranjos e direção tem a assinatura musical de Israel Dantas.

Para encerrar a noite, o músico George Israel, ex-Kid Abelha, compositor de hits clássicos do rock nacional apresentará o “Baile do George”. No show, George canta, toca violão e, claro, sax – sua marca registrada, fazendo todo mundo dançar e cantar junto, num passeio musical por canções do Kid Abelha, Cazuza, Tim Maia, Jorge Benjor, Paralamas, Barão Vermelho e muito mais. Relembrando grandes sucessos da carreira, que vão de parcerias icônicas com nomes como Cazuza e Gal Costa, além de faixas eternizadas por sua banda de origem, o artista comemora 4 décadas de carreira no enceramento da Festa da Música no Maranhão, fazendo com um grande baile na área externa da Concha Acústica da Lagoa.

A programação terá início às 19h30, com o show Yorukà com Isaías Alves Quinteto. O show é resultado da junção da força ancestral que corre nas veias do artista em fusão com gêneros da rítmica maranhense aos estilos do jazz, através das conexões musicais da bateria com a percussão, elementos artesanais e eletrônicos de Isaías Alves, unidos às elaborações melódicas de Sara Byancci no sax e flauta, às texturas harmônicas de Carlos Ernane na guitarra, às linhas pulsantes do baixo acústico de Emílio Furtado e ao virtuosismo de Andrezinho no piano sintetizador e acordeom.

A FMM23 realizará um Campanha Solidária de arrecadação de alimentos com a troca de 2kg de alimentos não perecíveis pela pulseira de acesso a área interna da Concha. A troca acontecerá dia 17 de novembro, a partir das 15h, no mesmo local do evento. Os alimentos serão destinados às famílias carentes da Comunidade do Tamancão. 

Semeando talentos

Somada à programação da Concha Acústica, a consagração da música no Maranhão será marcada com a destinação do legado cultural do estado a estudantes moradores da comunidade do Sítio do Tamancão e áreas adjacentes, por meio de duas atividades promovidas pela organização da FMM. O viés sociocultural da Festa envolverá a oficina “A percussão maranhense e sua transposição”, que será ministrada pelo percussionista e educador, Isaías Alves. A segunda oficina será “Arte e Música em toda parte”, ministrada pela arte-educadora, Vitória Rodrigues. As atividades acontecerão na U. V. Estaleiro Escola, no dia 14 de novembro e contemplará estudantes do Iema Pleno Tamancão. 

Prêmio Papete 2023 – Relevância a Josias Sobrinho 

O “Prêmio Papete” expressa a valorização e o resgate da memória musical do estado, inserido na programação da Festa da Música no Maranhão. Este ano, a premiação acontecerá no dia 16 de novembro, a partir das 20h, na Vila Realle para convidados e imprensa. Sem caráter competitivo, a finalidade da premiação é reconhecer a contribuição dos artistas, tendo como referência o cantor, compositor e percussionista da cidade de Bacabal, “Papete”.

Papete foi um pioneiro da música e da cultura popular no Maranhão e que tem o seu trabalho reverenciado no cenário musical. A premiação destaca uma conexão com a cena atual da música brasileira, reiterando não só o trabalho de novos artistas, grupos e banda, como projetos e iniciativas de valorização e fomento da música no Maranhão.

Em 2023, serão mais de 30 homenageados que receberão o mérito cultural, entre eles, o penalvense, cantor, compositor e violonista, Josias Sobrinho, que celebra 50 anos de carreira com importante legado e contribuição à música e a cultura do Maranhão. A estatueta da premiação é uma obra de arte assinada pelo artista plástico maranhense, Eduardo Sereno. Na curadoria do prêmio estão: Zé Américo Bastos, maestro, arranjador e acordeonista; e os jornalistas, radialistas e pesquisadores musicais Gilberto Mineiro e Pedro Sobrinho.

“Seria impossível não reverenciar os mais de 50 anos de carreira de Josias Sobrinho, por todo seu legado musical, e a importante contribuição na obra de Papete e no próprio Prêmio. Por isso, decidimos dedicar a ele esse reconhecimento mais do que merecido, já que esse Prêmio possui as essências do mérito e da homenagem a quem faz tanta diferença no cenário musical inspirado na nossa cultura”, afirma Emanuel Jesus, músico e idealizador da FMM.

Para o homenageado, “A Festa da Música no Maranhão, em todas as cinco edições, vem cumprido um papel de real importância para a produção de música no estado. Memória, permanência e continuidade formam o acorde perfeito da base civilizatória que a música lança sobre os destinos das sociedades ao longo dos tempos”, analisou Josias.

Além de Josias Sobrinho, entre os homenageados desse ano, destacamos alguns nomes, a exemplo de Mano Borges, Grupo Afrôs, Instrumental Pixinguinha, Sandra Duailibe, Lena Garcia, Anastácia Lia, Andrezinho do Acordeom, Roberto Ricci e projeto “Choro, Samba e outras Bossas”, e in memoriam, Celso Borges, João Carlos Nazareth e mestre Abel.

O evento se expande da musicalidade a outras experiências culturais, onde proporciona uma união de sentidos entre o público, produção e arte. Emanuel Jesus, joga luz na temática e destaca sobre a via de conexão que integra artistas e o público em prol da valorização e fomento da cadeia produtiva da música no Maranhão. 

“É uma imensa honra celebrar a 5ª edição da Festa da Música no Maranhão, com a nossa grande Marrom e tantos talentosos músicos e artistas. Para além de um projeto de festival, a FMM se tornou um movimento que envolve muita gente e muita coisa. Trazemos um propósito maior, que é resgatar a identidade e autoestima do setor musical no estado, e alcançar pessoas através da música. A música é um instrumento de transformação. Esse ano vamos celebrar ainda mais a diversidade e a força da nossa música, nessa Festa que cresce a cada dia”, concluiu Emanuel Jesus.

A FMM23 conta com o patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com apoio da Equatorial Maranhão, Grupo Mirante e Cervejaria Dona. A realização é da Interart Produção Criativa e Ministério da Cultura.

10 anos da Interart Produção Criativa 

A Interart Produção Criativa celebra 10 anos de ações! Além da Festa da Música no Maranhão, a produtora já realizou e produziu diversos projetos que garantem sua contribuição na cena cultural do Maranhão, a exemplo da Festa da Música no Maranhão, Crioula Festival, Um Natal de Luz, Encontro Maranhense de Hip Hop, Cazumbá Mundi, entre outras atividades de entretenimento e cultural. O propósito e o desafio passaram a se fundir a cada entrega planejada: interagir com as diferentes linguagens artísticas, segmentos - e daí vem o nome da empresa – e impactar de forma positiva a vida das pessoas por meio da arte. Como forma de compartilhar esse momento com o público e celebrar essa década de existência e realizações, a Interart lançará durante a programação da FMM23, uma revista comemorativa. Um recorte dos projetos, mesclados com matérias e artigos especiais.

 

PROGRAMAÇÃO FESTA DA MÚSICA NO MARANHÃO - FMM23

DIA 14/11 – OFICINAS NA U. V. ESTALEIRO ESCOLA (Sítio Tamancão)

9h às 11h30

Turma 1: Oficina: “A percussão maranhense e sua transposição” com Isaías Alves (percussionista e educador)

Turma 1: Oficina: Arte e Música em toda parte – Vitória Rodrigues
 

14h às 17h

Turma 2: Oficina: “A percussão maranhense e sua transposição” com Isaías Alves (percussionista e educador)

Turma 2: Oficina: Arte e Música em toda parte – Vitória Rodrigues
 

DIA 16/11 – NOITE DO PRÊMIO PAPETE (VILA REALLE)

20h – Yoruká Jazz Sassion - Isaías Alves Quinteto (Emílio Furtado, Carlos Ernanes, Sara Bianc e Andrezinho do Acordeon)

21h – Cerimônia com a FMM Orquestra e convidados

DIA 17/11 – CONCHA ACÚSTICA DA LAGOA “REYNALDO FARAY”
 

Palco área externa da Concha

19h30 – Yoruká Jazz Sassion - Isaías Alves Quinteto (Emílio Furtado, Carlos Ernanes, Sara Bianc e Andrezinho do Acordeon)

00h – Baile do George Israel 

Palco área interna da Concha

20h30 - Show FMM Orquestra com Josias Sobrinho (Homenageado), Erasmo Dibell, Gabriela Marques, Mano Borges, Mano Borges, Andrezinho do Acordeon, Nubia, Regiane Araújo, Sandra Duailibe e Emmanuel Ferraro.

Arranjos e direção: Israel Dantas

22h30 – Show de Alcione com a FMM Orquestra

Arranjos e direção: Maestro Zé Américo Bastos

* Palco da Concha (Interno) Abertura portões 20h30

* A FMM23 realizará um Campanha Solidária de arrecadação de alimentos com a troca das pulseiras de acesso a área interna da Concha por 2kg de alimentos. A troca acontecerá dia 17/11, a partir das 15h, no mesmo local do evento. Os alimentos serão destinados às famílias carentes da Comunidade do Tamancão. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.