Roupa nova

CBF e Nike apresentam os novos uniformes da Seleção Brasileira feminina

Novo uniforme em homenagem à Amazônia será utilizado na Copa do Mundo Feminina.

Com informações da CBF

A estreia da nova Amarelinha será nesta quinta-feira (6) (Nike/Divulgação)

RIO - Mãe Natureza, biodiversidade, Amazônia. Celebrando um dos nossos maiores símbolos nacionais, a Floresta Tropical Amazônica, CBF e Nike lançam nesta segunda-feira (3) os novos uniformes da Seleção Brasileira Feminina. A coleção será utilizada pelas Guerreiras do Brasil na campanha da Copa do Mundo Feminina FIFA Austrália Nova Zelândia 2023. A estreia da nova Amarelinha será nesta quinta-feira (6), quando a Canarinho encara a Inglaterra na Finalíssima, em Wembley, Londres (ING).

Com inspiração na Mãe Natureza e apresentando tecnologias avançadas, as novas camisas reforçam o compromisso das marcas com o futebol feminino e o desejo de que a modalidade cresça, floresça e renda frutos. 

O uniforme foi desenvolvido a partir das mais modernas inovações da Nike em materiais, criadas especialmente para atender às necessidades das jogadoras. Junto com o maior investimento feito pela marca em inovações específicas para o esporte feminino, foram obtidos importantes insights que nos permitiram conhecer mais do que nunca sobre a potência do corpo feminino no jogo de futebol. Esse conhecimento chega ao ponto de usar, nos uniformes, material desenhado por computador, baseado em dados, com o objetivo de atender com precisão e superar as necessidades das atletas. Para esse projeto, o objetivo era simples: garantir que as atletas se sintam confortáveis e tenham facilidade de movimentação em campo.

Artilheira da Era Pia e uma das estrelas da campanha, a atacante Debinha também enalteceu o novo uniforme que acompanhará a Seleção Brasileira na busca pela tão sonha estrela na Copa do Mundo. 

“O Mundial deste ano será extremamente importante para nós, além de trazer as maiores tecnologias e lançamentos da Nike nos nossos uniformes, vamos iniciar o novo capítulo na Seleção, com a possibilidade de escrever uma nova história dentro e fora de campo. Já ficamos muito felizes em 2019, mas agora, em 2023, sabemos que temos ainda mais o que mostrar e conquistar ”, diz Debinha, atacante da Seleção Brasileira.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.