Golpes

Mulher que se passava por oficial de justiça para apreender veículos é presa em Vargem Grande

A mulher, na companhia de um homem, possuíam documentos falsos, tais como mandado de busca e apreensão e crachá do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).
Imirante.com, com informações da Polícia Militar04/09/2020 às 08h35
Mulher que se passava por oficial de justiça para apreender veículos é presa em Vargem GrandeDocumentos falsos e arma de fogo apreendidos com a dupla. (Foto: divulgação / PM-MA)

VARGEM GRANDE - Duas pessoas foram presas, nessa quinta-feira (4), suspeitas de aplicarem golpes, usando documentos falsos, tais como mandado de busca a apreensão e carteira funcional, em Vargem Grande, distante 173 km de São Luís. Uma das pessoas presas foi uma mulher, que se passava por oficial de justiça. A polícia conseguiu chegar à dupla por meio de denúncias recebidas.

Segundo a polícia, denúncias anônimas apontaram que a dupla estaria em veículo, modelo Renault Sandero, de placas PTI-0524. Essas informações chamaram atenção da 3° Companhia do 28º Batalhão da Polícia Militar, em Vargem Grande, pois, no dia 26 de agosto deste ano, um casal foi ao quartel solicitar apoio da PM-MA para executar um mandado de busca e apreensão, constando, inclusive, assinatura de um juiz federal e a suspeita, naquele dia, apresentou-se como oficial de justiça utilizando crachá falso. Entretanto, naquele momento, não foi possível identificar a falseabilidade dos documentos apresentados pela dupla.

Já nessa quinta-feira (3), o casal procurou novamente a corporação para apoio na execução de outro mandado de busca e apreensão falso. A dupla informou aos policiais que estavam ambos em um posto de combustível no Centro de Vargem Grande. A guarnição se deslocou até o local, quando a flagrada apresentou novamente um documento falso de busca e apreensão e se identificou novamente como oficial de justiça.

Ainda segundo a polícia, ainda no local, os militares fizeram busca no automóvel e encontrou outros documentos falsos, inclusive o mandado de busca e apreensão falso apresentado no dia 26 de agosto para a guarnição. Também foi encontrado uma arma de fogo.

Em virtude dos fatos, o casal recebeu voz de prisão. Na ida para delegacia, a flagrada ainda tentou subornar a guarnição com a quantia de R$ 1.700 em espécie.

A polícia também informou que o veículo Ranger, objeto do primeiro golpe do casal, foi localizado, após confissão do casal na delegacia

Os dois suspeitos foram apresentados na Delegacia de Vargem Grande para medidas legais cabíveis. Eles responderão pelos crimes de estelionato, usurpação de função pública, falsificação de documento público, porte ilegal de arma de fogo, falsidade ideológica e tentativa de suborno.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.