Criminalidade

Seis pessoas são presas suspeitas de homicídio em Timon

Alex Lima, de 30 anos, foi torturado e morto com tiros de arma de fogo no dia 3 de março deste ano.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil10/09/2020 às 14h45
Seis pessoas são presas suspeitas de homicídio em TimonSeis pessoas são presas suspeitas suspeitas de matarem Alex Lima, de 30 anos, em Timon, no Maranhão (Foto: Divulgação)

TIMON - Na manhã dessa quarta-feira (9), a Polícia Civil prendeu seis pessoas suspeitas de matarem Alex Lima, de 30 anos, no dia 3 de março deste ano, em Timon, no Maranhão.

Segundo a polícia, Alex e mais dois amigos, todos de Teresina (PI), estavam indo para o residencial Lourival Almeida, em Timon, em um veículo, quando se perderam de seus familiares. Ao realizarem uma manobra, os suspeitos atiraram contra o carro.

Ainda de acordo com a polícia, Alex estava do lado de fora do veículo, orientando a manobra. Os dois amigos da vítima, que estavam dentro do carro, conseguiram fugir, sendo um deles atingido com um tiro na boca. Alex foi segurado pelos criminosos, torturado e morto com disparos de arma de fogo.

Um vídeo da execução de Alex foi divulgado nas redes sociais. As imagens mostram a vítima sendo atingida pelos tiros, enquanto os criminosos mencionavam o nome da facção criminosa na qual eles pertencem.

O vídeo chegou até os familiares de Alex, que procuraram a Delegacia de Homicídios e, após longa investigação na mata próxima, os policiais encontraram o corpo da vítima enterrado.

Os suspeitos de praticarem o crime e os mandantes foram presos. Entre eles, está três pessoas que são consideradas líderes de uma facção criminosa no estado do Piauí. Eles foram encaminhados para o presídio Jorge Vieira, em Timon, onde ficarão à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.