Feminicídio

Homem mata a companheira e deixa a filha ferida na cidade de Timbiras

Antes de morrer, a mulher afirmou que o companheiro havia atirado nela por causa de ciúmes.
Imirante.com02/03/2020 às 15h12
Homem mata a companheira e deixa a filha ferida na cidade de TimbirasJoselia da Silva Gomes Araújo tinha 22 anos. (Foto: Divulgação)

TIMBIRAS - Na madrugada desta segunda-feira (2), uma jovem de 22 anos, identificada como Joselia da Silva Gomes Araújo, morreu após ser alvejada com um tiro nas costas. O crime aconteceu no povoado Riacho dos Viana, zona rural da cidade de Timbiras, no interior do Maranhão.

Segundo informações do delegado Gilvan Lucas de Sousa, titular da Delegacia Regional de Codó, que também responde pela cidade de Timbiras, Joselia foi alvejada por volta das 17h desse domingo (1º), dentro de casa. A mulher foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Timbiras (HRT), onde morreu por volta das 2h desta segunda.

O suspeito de cometer o crime foi identificado como Paulo Sérgio Sousa Lima, 40 anos, companheiro da vítima. Segundo a polícia, o homem usou uma arma de fabricação caseira para balear a mulher. Além de atingir Joselia da Silva, uma menina de um ano e 11 meses, filha do casal, também foi atingida pelo tiro na região da virilha e encaminhada para o hospital da cidade. O estado de saúde da menina é estável e ela não corre risco de morte.

Ainda de acordo com o delegado Gilvan Lucas, antes de morrer, Joselia da Silva falou para a mãe que o companheiro havia lhe alvejado com um tiro por causa de ciúmes. A jovem afirmou que não houve discussão entre o casal, o homem simplesmente atirou nas suas costas. Após o crime, Paulo Sérgio fugiu do local e ainda não foi localizado pela polícia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.