Eleições 2022

Felipe Camarão oficializa saída da disputa pelo Governo do Maranhão

Secretário de Educação concedeu entrevista à Rádio Mirante AM confirmando teor de carta aberta sobre o assunto.
IMIRANTE.COM14/01/2022 às 12h14
Felipe Camarão oficializa saída da disputa pelo Governo do MaranhãoCamarão concedeu entrevista ao programa Ponto Final (Foto: Adriano Soares / Imirante.com)

SÃO LUÍS - O secretário de Estado da Educação do Maranhão, Felipe Camarão (PT), confirmou nesta sexta-feira (14), em entrevista ao programa Ponto Final, da Mirante AM, que retirou sua pré-candidatura ao Governo do Estado.

Felipe Camarão explicou que fez uma carta endereçada ao diretório executivo do partido e outra à militância do PT, comunicando a decisão e se colocando à disposição para disputar o parlamento federal.

"Eu ainda ontem à noite fiz duas cartas. Uma dirigida ao presidente do partido, Francimar, portando direcionada ao diretório executivo do partido e outra uma carta aberta à militância do PT. Ao presidente, ao diretório executivo, que me autorizou a fazer pré-campanha ao governo, eu comuniquei formalmente a minha desistência da pré-candidatura ao governo do estado e comuniquei da minha pretensão, da minha disponibilidade, de me colocar como opção do partido à pré-candidatura de deputado federal ou qualquer outra missão que o partido assim me designar, que foi o meu projeto original", explicou Felipe Camarão.

O titular da Seduc disse que o contexto mudou, que no momento em que colocou seu nome para a disputa da chefia do executivo estadual, ainda não tinha uma definição do governador Flávio Dino, as pesquisas não apontava um cenário de definição. Mas agora, com a escolha de Flávio Dino pelo vice-governador, Carlos Brandão, o entendimento foi de que não dá para ser um aliado, sendo também um concorrente.

"As circunstâncias mudaram, o governador Flávio Dino fez a sua escolha pela candidatura do vice Carlos Brandão e eu acho que time que tá ganhando não pode se mexer. E eu sou leal ao governador Flávio Dino e não se confunda com subserviência, sou amigo dele, sou leal à ele, eu não tenho como ser aliado e adversário", disse.

A entrevista completa pode ser ouvida aqui.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.