Entrevista

"Mudança de comando do PT não muda decisão sobre pré-candidatura", diz Romão

Pré-candidato ao Senado, o sociólogo Paulo Romão, concedeu entrevista exclusiva ao Imirante e falou sobre a mudança de presidente estadual do PT.
Carla Lima/Editora de Política08/01/2022 às 09h24

SÃO LUÍS - Em outubro do ano passado, a direção estadual do Partido dos Trabalhadores realizou uma reunião e definiu pela pré-candidatura de Felipe Camarão ao governo estadual e vetou a pré-candidatura do sociólogo Paulo Romão ao Senado. Desde esta decisão, que o militante histórico do PT trabalha para manter sua pré-candidatura no cenário político.

Sobre este assunto, Romão disse ao Imirante que a reunião que não aceitou sua pré-candidatura é inválida e que caberá à direção nacional do PT definir. Ele garante que mantém seu nome para a disputa e que mesmo com a mudança de comando do partido - deixou a presidência petista Augusto Lobato e assumiu Francimar Melo - as posições político-eleitorais do PT não deverão ter mudanças.

Novo presidente do PT terá dificuldades de articulação política

PT tem novo presidente no Maranhão a partir de amanhã

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.