Problema na energia

Problema em sistema elétrico ameaça votação do orçamento de SL

Oscilação do fornecimento de energia em parte da região do Centro Histórico da capital já levou ao adiamento da sessão da CPI do Transporte Público para a próxima semana.
Imirante28/12/2021 às 15h52
Problema em sistema elétrico ameaça votação do orçamento de SLVotação da peça orçamentária de São Luís para 2022 corre o risco de não ser votada nesta quarta-feira, 29 (Câmara Municipal de São Luís)

SÃO LUIS - Um problema no sistema de energia elétrica na região da Praia Grande próximo a Câmara Municipal de São Luís ameaça a realização da sessão para votar a proposta de lei orçamentária de 2022 da capital. Desde a semana passada, há oscilações no fornecimento de energia que prejudica o sistema de ar condicionado da Casa e também a área de Tecnologia da Informação (TI).

A instabilidade no sistema de energia levou ao cancelamento da sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Público. Segundo o presidente da CPI, vereador Chico Carvalho (PSL), um comunicado da área de Infraestrutura da Casa, houve um apagão pelo noite da segunda-feira, 27, deixando o sistema instável.

Orçamento: Projeto da LOA 2022 começa a tramitar na Câmara Municipal

Vereadores deixam para quarta a votação da proposta de Lei Orçamentária de 2022

"Este problema [falha no fornecimento de energia] prejudica a maioria dos aparelhos de ar condicionado e servidor de TI, interrompendo o funcionamento da internet e do sistema gestor. Ontem [segunda-feira, 27) foi restabelecido, porém na parte da noite novamente teve um apagão, foi aberto um chamado de número do protocolo 10079623 desde 7 da manhã, foi identificada a falha em nossa rede", diz o comunicado citado pelo vereador.

Se não for normalizado o fornecimento de energia na área, a Câmara Municipal de São Luís poderá adiar a votação do projeto de Lei Orçamentária de 2022.

A peça orçamentária estava com previsão -desde a semana passada -de ser votada nesta terça-feira, 28. No entanto, por falta de avanços nas conversas entre os vereadores da capital e o prefeito Eduardo Braide (Podemos) relacionadas a liberação das emendas parlamentares impositivas levou ao adiamento da votação para a quarta-feira, 29.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.