Monitor da violência

Mortes violentas aumentam nos últimos nove meses no Maranhão

Segundo os dados, de janeiro a agosto deste ano, o Maranhão registrou 1.422 mortes violentas para cada 100 mil habitantes.
Imirante.com, com informações do g118/11/2021 às 09h07
Mortes violentas aumentam nos últimos nove meses no MaranhãoEm 2020, o número de crimes contabilizados no mesmo período foi menor, e chegou 1.371. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS – Aumentou em 3,7% o número de mortes violentas no Maranhão nos nove primeiros meses de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados, divulgados nesta quinta-feira (18), são do Índica Nacional de Homicídios (INH), criado pelo g1, com base nos dados oficiais dos 26 Estados e do Distrito Federal.

Segundo os dados, de janeiro a agosto deste ano, o Maranhão registrou 1.422 mortes violentas para cada 100 mil habitantes. Em 2020, o número de crimes contabilizados no mesmo período foi menor, e chegou 1.371.

Entre os crimes contabilizados, estão homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. O Maranhão foi uma das dez unidades da federação que tiveram alta no número de assassinatos. O estado ocupa a sexta posição, atrás do Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia, Piauí e a Paraíba.

O Maranhão vai na contramão do Brasil, que ao todo, registrou uma queda de 4,7% nas mortes violentas, registradas durante o mesmo período dos dois anos analisados.

Apesar disso, uma reversão na curva nos últimos dois meses acende um alerta, segundo especialistas. Tanto em agosto como em setembro o número de crimes foi maior que no ano passado. E, com isso, mais de 1/3 dos estados registra um aumento nos assassinatos em 2021.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.