Governo do Maranhão

Covid-19: profissionais da saúde têm assistência psicológica no Maranhão

Conheça o Disque Saúde Mental e o Projeto Florescer, iniciativas do Governo do Estado para minimizar danos psicoemocionais de quem está cuidando de outras vidas.
Publipost / Governo do Maranhão02/05/2021 às 08h00
O projeto Florescer se soma às ações direcionadas aos profissionais de saúde. (Foto: Divulgação / Governo do Maranhão)

SÃO LUÍS - A segunda onda da Covid-19 no Maranhão tem sobrecarregado ainda mais os profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Por esta razão, o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), segue dando assistência psicológica a esses profissionais, por meio de iniciativas como o Disque Saúde Mental e o Projeto Florescer, que têm o objetivo de minimizar danos psicoemocionais e cuidar da vida de quem está cuidando de outras vidas.

O Disque Saúde Mental funciona desde o início da pandemia e agora, além do suporte psicossocial via telefone, o projeto também realiza ações dentro das próprias unidades de saúde. A ampliação se deu porque, durante esta segunda onda, os profissionais ficaram ainda mais sobrecarregados, até para ligar e pedir ajuda.

A iniciativa funciona assim: o próprio gestor da unidade é quem deve solicitar, via ligação telefônica, a ida da equipe até a referida unidade de saúde. Após o contato, o projeto Florescer (iniciativa do Hospital Nina Rodrigues parceira do Disque Saúde Mental) se dirige até a unidade para realizar atividades de saúde mental com os profissionais e colaboradores que estão na linha de frente.

O telefone para agendamento das visitas é (98) 99105-9704, com atendimento de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Enfermeira Vanessa Araújo destaca a importância da ação diante do estresse da pandemia. (Foto: Divulgação / Governo do Maranhão)

Cuidar de quem cuida da gente

Cuidar da saúde mental nesse momento de alto estresse é muito importante. Um dos problemas a serem evitados e combatidos é a Síndrome de Burnout, caracterizada por exaustão física, emocional ou mental surgida devido ao trabalho durante a pandemia.

A primeira unidade de saúde a receber as ações do Disque Saúde Mental e do Projeto Florescer foi o Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), em São Luís. A ação conta com equipe profissional multidisciplinar formada por psicólogos, educadores físicos e terapeutas ocupacionais.

Entre as atividades, destaca-se o grupo terapêutico, que realiza escuta em grupo e avalia os casos que precisam receber acompanhamento individual. Também é realizada a técnica de automassagem, ginástica laboral, tai chi chuan, técnicas de respiração, reiki e inserção de chás terapêuticos orientada por nutricionistas – todas essas atividades são realizadas de acordo com os protocolos sanitários, respeitando o devido distanciamento.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.