Visita Musicada

Técnico de enfermagem leva alegria a pacientes por meio da música

O projeto, que mobiliza todo o setor de Humanização, é chamado de Visita Musicada.
Neto Cordeiro e Raunyr dos Santos/Imirante.com05/04/2021 às 09h29

SÃO LUÍS – Um projeto musical tem levado alegria e esperança a pacientes de hospitais públicos da capital, como o Hospital Universitário Presidente Dutra (HU-UFMA) e o Hospital da Mulher.

Profissionais da área de enfermagem, do serviço de Humanização, decidiram se juntar para alegrar o dia a dia de pessoas que estão em tratamento nos hospitais. Com o técnico de enfermagem Luís Carlos Almeida no comando do vocal e violão, as visitas são animadas também por outros profissionais com muitas palmas e até dança, tudo para tentar entreter os pacientes e aliviar o sofrimento.

O técnico de enfermagem Luís Carlos, um dos idealizadores do projeto Visita Musicada, falou ao Imirante.com como tudo começou. “A gente começou a perceber que não era só esses cuidados que a gente já tem, esses cuidados médicos, mas era necessário fazer algo além disso. E daí surge a oportunidade”, conta Luís Carlos, que já tocava instrumentos em uma igreja católica.

Leia mais:

MA registra 45 mortes por Covid-19 nas últimas 24h e chega a 6.236 óbitos

Vídeos gravados pelos próprios profissionais de saúde mostram as visitas com muita alegria e acolhimento àqueles que estão isolados nos leitos dos hospitais, especialmente, os pacientes acometidos pela Covid-19. O trabalho da equipe multidisciplinar tem sido fundamental na recuperação dos infectados, e o projeto Visita Musicada acaba somando neste processo.

“O isolamento é algo que realmente maltrata. Isso gera um sofrimento psicológico tanto para a família quanto para o paciente. A gente tem implementado um esforço gigante para minimizar isso. A gente se preocupa em cuidar disso, e a música no cuidado vem trazer animo, alegria, esperança, conforto. É bom tanto para os profissionais quanto para os pacientes. É dessa forma que eu acho que a música se adequa a proposta de humanizar para transformar o cuidado”, reforça o enfermeiro José Neres.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.