Balneabilidade

Praias: nove trechos da orla de São Luís continuam impróprios para banho

Os pontos impróprios estão nas praias da Ponta d'Areia, Calhau, São Marcos e Olho-d'Água.
Imirante.com, com informações da Sema07/01/2021 às 06h32
Praias: nove trechos da orla de São Luís continuam impróprios para banhoForam analisados ao todo 22 trechos analisados em praias da orla de São Luís e Região Metropolitana. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

SÃO LUÍS - Nove trechos da orla de São Luís permanecem com condições inadequadas de balneabilidade, segundo laudo da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) divulgado nessa quarta-feira (6).

As praias com pontos impróprios para banho são da Ponta d'Areia, Calhau, São Marcos e Olho-d'Água. O relatório refere-se à ação de monitoramento realizada no período de 7 de dezembro de 2020 a 4 de janeiro de 2021 e considera praias localizadas nos municípios de São Luís, Raposa, São José de Ribamar e Raposa. Veja o laudo completo.

Foram analisados ao todo 22 trechos analisados em praias da orla de São Luís e Região Metropolitana. Veja os trechos impróprios:

Praia Ponta d’Areia - Em frente ao Centro de Atendimento ao Banhista na Praça do Sol

Praia de São Marcos - Em frente Praça do Pescador, próximo a Barraca do Chef I

Praia de São Marcos - Em frente ao Posto Guarda Vidas - Bombeiros

Praia de São Marcos - Em frente ao prédio verde com o Heliporto

Praia de São Marcos - Em frente à Banca de Jornal da Praça de alimentação da Litorânea

Praia do Calhau - Em frente à Estação Elevatória de Esgoto 2.2 (E.E.E 2.2) da CAEMA e Círculo Militar

Praia do Olho-d'Água - Em frente à descida da rua São Geraldo

Praia do Olho-d'Água - Á direita da Elevatória Iemanjá II

Praia do Olho-d'Água - Em frente à casa com pirâmides no teto, antes da falésia

Nesta semana, uma língua negra voltou a ser registrada em trecho da Litorânea, o que é preocupante para os banhistas e para o turismo da capital.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.