Imicast

Pesquisador da área criminal analisa cenário de violência na Grande São Luís

Nelson Melo faz uma análise deste cenário para esclarecer o que vem acontecendo na capital maranhense.
Imirante.com28/09/2020 às 11h50
Pesquisador da área criminal analisa cenário de violência na Grande São LuísCentenas de policiais em viaturas, motocicletas e a pé estão percorrendo os bairros da região em um trabalho contínuo, sem prazo para terminar. (Foto: O Estado MA)

SÃO LUÍS - Nos últimos dias, uma série de mortes e outros crimes violêntos têm sido registradas na Grande São Luís. Centenas de policiais em viaturas, motocicletas e a pé estão percorrendo os bairros da região em um trabalho contínuo, sem prazo para terminar.

Os alvos são integrantes de facções e criminosos diversos, para combater assaltos, tráfico de drogas, homicídios e outros crimes.

Leia também: Origem e consolidação das facções criminosas no Maranhão

Neste episódio do Imicast, o pesquisador da área criminal Nelson Melo faz uma análise deste cenário para esclarecer o quem acontecendo na capital maranhense.

Ouça agora o episódio:

Sobre Nelson Melo

Nelson Melo é Bacharel em Comunicação Social, atualmente é pós-graduando em Perícia Criminal. Possui vários artigos publicados em jornais que circulam no Maranhão, sempre sobre o tema da guerra urbana entre facções criminosas, abrangendo aspectos como gangues, sistema carcerário, violência urbana, Criminalística, Direito Penal, educação familiar e escolar, polícia comunitária etc. Além disso, Nelson Melo tem dois livros publicados sobre atuações de facções no Estado do Maranhão: “Guerra urbana – O homem vida loka” e "Guerra Urbana - Morrendo pela vida loka" e já foi colaborador do Grupo Mirante na cobertura jornalística policial, com produção de reportagens e podcast envolvendo o tema criminal.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.