Polícia Militar

OAB/MA se manifesta sobre vídeo de PMs: "evidencia mulheres empoderadas"

Oito policiais militares do Maranhão estão sendo investigadas por suspeita de "transgressão disciplinar"
Imirante.com, com informações da OAB-/MA24/07/2020 às 07h27
O desafio da troca de roupa é um dos mais realizados pelos usuários do aplicativo. / Foto: Reprodução/Redes sociais.

SÃO LUÍS – Após um vídeo de policiais mulheres, que aparecem usando a farda da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) em desafio do TikTok, repercutir e dividir opiniões sobre ''violação ética'', a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA) se manifestou em apoio às PMs.

Por meio de nota, divulgada em seu próprio site, nessa quinta-feira (23), a Ordem aponta que o vídeo "evidencia mulheres empoderadas". Ainda conforme a nota, a OAB/MA acompamha a sindicância aberta contra as policiais e presta assistência jurídica a elas. Leia na íntegra:

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA), por intermédio da Comissão de Segurança Pública e Cidadania, da Comissão da Mulher e da Advogada, e da Comissão de Direito Militar, vem, por meio desta, informar que tem acompanhado desde o início o caso das Policiais Militares que estão sendo ofendidas após postarem um vídeo em redes sociais, no qual, em um momento difícil de pandemia, buscam demonstrar orgulho por participarem desta importante instituição, além de evidenciar o empoderamento e a importância da mulher na Polícia e em toda a sociedade.

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão, informa que, desde que recebeu as denúncias, no dia 07/07/20, tem acompanhado a sindicância aberta contra as policiais, prestando a necessária assistência jurídica a estas.

Por fim, a OAB/MA através da Comissão de Segurança Pública e Cidadania, Comissão da Mulher e da Advogada e da Comissão de Direito Militar, informa que irá continuar acompanhando o caso e prestando todo apoio necessário as Mulheres Policiais, pois entende que o vídeo divulgado por estas não traz qualquer mácula a imagem da Polícia Militar, na medida em que, ao contrário, evidencia mulheres empoderadas que tem orgulho de compor essa importante instituição.

Entenda o caso

Oito policiais militares do Maranhão estão sendo investigadas por suspeita de "transgressão disciplinar", após participaram de um desafio do aplicativo de vídeos chinês TikTok.

No vídeo, as militares mulheres aparecerem usando a farda da Polícia Militar do Maranhão e, em seguida, surgem com roupas civis. O desafio da troca de roupa é um dos mais realizados pelos usuários do aplicativo.

Segundo o Comando-Geral da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), foi aberta uma sindicância para apurar se as policiais cometeram alguma violação dos princípios da ética, dos deveres e das obrigações militares, que sejam contrários ao regulamento disciplinar da PM.

Outro PM investigado

No mês de abril, o Comando-Geral da PM-MA também abriu um inquérito contra um soldado da PM, que atua na cidade de Timon. O policial também aparece em um vídeo do TikTok fazendo o desafio da troca de roupa.

O desafio da troca de roupa é um dos mais realizados pelos usuários do aplicativo. / Foto: Reprodução/Redes sociais.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.