Preso em São Luís

Preso suspeito de praticar homicídio em São Paulo e latrocínio no Maranhão

O homem também é suspeito de ter participado da morte de uma drag queen em São Luís.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil20/07/2020 às 15h52

SÃO LUÍS - A Polícia Civil do Estado do Maranhão prendeu, nesta segunda-feira (20), um homem de 29 anos, suspeito de ter praticado um homicídio no Estado de São Paulo. O homem também é suspeito de ter praticado um latrocínio na cidade de Penalva, no Maranhão, e de ter participado da morte de uma drag queen em São Luís.

Segundo a polícia, o homem foi preso por volta das 14h, desta segunda, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, na Beira-Mar, em São Luís. Contra ele havia um mandado de prisão temporária expedido pela Comarca de São José do Rio Preto, no Estado de São Paulo, onde é ele é suspeito de ter matado seu próprio parceiro de crimes.

Após troca de informações com a polícia paulista, as equipes da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) fizeram levantamentos e campana, conseguindo prender o homem, que estava em frente ao terminal em companhia de uma mulher.

Ao ser abordado, o homem admitiu ter chegado em São Luís há cerca de dois meses, mas disse que não sabia o motivo de estar sendo detido. Após ser conduzido para a SHPP, o homem foi informado do motivo de sua prisão.

Outros crimes

De acordo com a polícia, contra o homem ainda existe um mandado de prisão em aberto expedido pela Comarca de Penalva, no Maranhão, pelo crime de latrocínio.

Ele também é suspeito de, em companhia de dois outros indivíduos, ter assassinado Pedro Antonio Oliveira dos Santos, uma drag queen de nome social Paula Ferraz, 27 anos. O crime aconteceu no último dia 16 de julho.

Paula Ferraz teve o corpo enterrado em cova rasa em uma área do bairro Vila Cafeteira, conhecida como Basílios, em São Luís. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Área Norte.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.