Imunização

Cerca de 2,8 milhões de maranhenses devem tomar vacina contra sarampo

Público-alvo são as pessoas com idades entre 20 e 49 anos.
Imirante.com, com informações do Governo do Maranhão19/07/2020 às 09h27
Cerca de 2,8 milhões de maranhenses devem tomar vacina contra sarampoA única maneira de se proteger contra o sarampo é com a vacina. (Foto: Divulgação/Semus)

SÃO LUÍS - A Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo foi prorrogada para até o dia 31 de agosto. No Maranhão, o governo do Estado e os municípios têm a missão de imunizar aproximadamente 2.800.000 pessoas com idade entre 20 e 49 anos. A mobilização atende a uma estratégia nacional em razão da circulação do vírus que se mantém ativa no Brasil.

Leia mais:

Terminais de integração da capital terão postos de vacinação contra o sarampo

No Maranhão, as doses imunizantes estão sendo distribuídas aos municípios de forma gradativa durante o período de realização da ação.

Segundo a chefe do Departamento de Controle e das Doenças Imunopreveníveis da SES, Halice Figueiredo, aderir à iniciativa é uma forma de conter o risco de reintrodução de doenças já controladas ou eliminadas no Brasil. “As estratégias são fundamentais para prevenção e controle de doenças na população. Durante a mobilização, vários formatos estão sendo admitidos com o intuito de atingir a meta estabelecida e evitar aglomerações”, destacou.

A vacina está disponível em todos os postos de saúde, bastando apenas apresentar documento com foto e carteira de vacinação para ser imunizado. Em caso da pessoa não saber se tomou ou não a vacina, o recomendado é que ela seja administrada da mesma maneira como forma de bloqueio.

A população deve renovar o compromisso em se vacinar, mas com o cenário de pandemia é necessário continuar acolhendo as orientações sanitárias. Por isso, ao buscar a unidade de saúde para a vacinação a orientação é continuar adotando as medidas de proteção já recomendadas pelo Ministério da Saúde para minimizar o risco de disseminação da Covid-19.

Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral e altamente contagiosa. A única maneira de se proteger é com a vacina. A transmissão acontece por via aérea, tosse, espirro, fala e até mesmo respiração próxima. O tempo de difusão da doença ocorre entre quatro dias antes ou após o aparecimento das manchas vermelhas pelo corpo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.