Em São Luís

Criança de dois anos morre carbonizada no bairro da Redenção

A vítima morreu após a ocorrência de um incêndio na noite desse sábado (20).
imirante.com21/06/2020 às 14h10

SÃO LUÍS - Uma criança de dois anos morreu carbonizada, na noite desse sábado (20), no bairro da Redenção, na capital maranhense, após a ocorrência de um incêndio em uma residência.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), o incêndio teve início no quarto em que a criança estava dormindo. A vítima não teve seu nome divulgado.

A Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa foi acionada para realizar a investigação e constatar o motivo que teria dado início ao incêndio no local.

Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar fez um alerta para os perigos causados por incêndios, que liberam gases tóxico de forma rápida, impossibilitando uma reação imediata.

Leia a nota do Corpo de Bombeiros na íntegra:

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) informa que na noite deste sábado (20), atendeu ocorrência de incêndio em uma residência no bairro Redenção, em São Luís-MA.
Uma equipe do 1° Batalhão de Bombeiros Militar foi mobilizada e chegou ao local em 11 minutos, porém as chamas já haviam sido debeladas por populares.
O fogo se originou em um quarto e carbonizou uma criança de 2 anos que se encontrava dormindo em uma cama. A equipe de bombeiros permaneceu no local para preservação da cena, que foi entregue aos cuidados da Polícia Civil para a investigação da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa.
O CBMMA alerta para os riscos de deixar incapazes desacompanhados de adultos, uma vez que, em caso de incêndios, gases tóxicos são liberados rapidamente levando vítimas a inconsciência, neutralizando qualquer possibilidade de reação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.