Fiscalização

Shoppings de São Luís são fiscalizados para cumprimento de medidas preventivas

Shoppings reabriram nessa segunda-feira (15), por determinação estadual.
Imirante.com, com informações da Secap16/06/2020 às 10h28
Shoppings de São Luís são fiscalizados para cumprimento de medidas preventivasAgentes públicos estão fiscalizando cumprimento do protocolo de retomada das atividades econômicas. (Foto: Reprodução / Julyane Galvão)

SÃO LUÍS - Os shoppings centers da Grande São Luís reabriram nessa segunda-feira (15), por determinação do Governo do Estado, após permanecerem quase três meses fechados, em decorrência da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Nesse primeiro dia de reabertura, as lojas desses estabelecimentos comerciais receberam fiscalização sanitária.

Saiba mais:

Com restrições, shoppings centers reabrem e registram pouca movimentação em São Luís

A ação ocorreu em cumprimento da Portaria nº 39, publicada pela Casa Civil do Maranhão, que visa estabelecer protocolo de retomada das atividades econômicas dos centros comerciais privados. Participaram da vistoria agentes da Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa) do Estado e do Procon-MA e bombeiros civis.

De acordo com o superintendente da Vigilância Sanitária da SES, Edmilson Diniz, o trabalho objetiva o cumprimento dos protocolos sanitários como proteção à vida. “Neste primeiro momento a Suvisa irá fazer a orientação dos lojistas, a fim de que as exigências sanitárias sejam cumpridas. A nossa intenção é fazer com que a retomada de atividades seja realizada de forma segura tanto para os trabalhadores, como para a população que vai usufruir dos espaços”, comentou.

Conforme a portaria, lojas de roupas e presentes são alguns dos segmentos do setor lojista com permissão para funcionar. Continuam sem autorização para retornar ao atendimento convencional praças de alimentação, cinemas e áreas infantis. O objetivo é evitar aglomerações.

A portaria abre concessão para restaurantes, lanchonetes, bares e similares localizados em galerias e shoppings que oferecem serviços de delivery (entrega) ou drive thru (retirada no local). Ficam de fora dessa determinação a venda para consumo no local em bares, restaurante ou similares, dentro ou fora de shopping. Academias e estabelecimentos do gênero também deverão permanecer com atividades suspensas.

As fiscalizações aconteceram nos turnos da manhã e da tarde, de forma simultânea em vários pontos da capital. Pela manhã, com a ajuda e escolta policial, os agentes da Suvisa e Procon-MA percorreram estabelecimentos situados nos bairros do Monte Castelo, João Paulo, avenida Kennedy, São Francisco, Renascença, Ponta D’Areia, São Bernardo e João de Deus. No turno da tarde, os fiscais visitaram os shoppings São Luís (Jaracati), Ilha (Maranhão Novo) e Rio Anil (Turu).

Recomendações

Mesmo com a abertura gradual das atividades econômicas no estado, a Portaria nº 39 mantém as determinações de distanciamento social, higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel e uso de máscaras de proteção. As lojas só poderão permitir até dez pessoas como capacidade máxima, sendo três ao mesmo tempo, com distanciamento de dois metros entre elas. Em caso da formação de filas, o distanciamento de dois metros por pessoa também deverá ser obedecido.

Para Igor Quartin, gerente de marketing de um shopping localizado no bairro Jaracati, a possibilidade de diálogo com os órgãos públicos é sempre bem-vinda. “A visitação dos agentes nos ajuda a fazer ajustes para poder garantir um ambiente mais seguro para todos. Dessa forma, esperamos seguir as recomendações e também contribuir com o decrescimento do número de doentes”, destacou.

Outra recomendação é quanto à retirada de bancos e sofás, garantindo maior circulação de pessoas com o máximo de afastamento possível. Além disso, os shoppings centers deverão criar horários específicos para atender idosos e adultos do grupo de risco, oferecendo refis com álcool em gel a cada 20 metros.

Os lojistas devem fazer a limpeza de vitrines, provadores e outras áreas de contato direto com o público pelo menos uma vez a cada quatro horas. Também estão suspensas atividades como distribuição de panfletos, manobristas, o uso de sacolas reutilizáveis e carrinhos de bebês.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.