Desabastecimento

Falta d'água no Maracanã aumenta riscos para moradores em meio à pandemia

Há duas semanas sem água nas torneiras, moradores se aglomeram para coletar água de caminhão-pipa.
Imirante.com03/04/2020 às 09h31

SÃO LUÍS – Como seguir as recomendações das autoridades sanitárias em meio à pandemia do novo coronavírus sem um elemento essencial: a água?

É essa a pergunta que os moradores do Residencial Santo Antônio, no Maracanã, estão se fazendo há duas semanas sem água nas torneiras. Segundo eles, uma bomba apresentou problema e até o momento não foi solucionado.

Vídeos enviados à redação do Imirante.com por moradores mostram uma fila para coletar água de um caminhão-pipa. Moradores se aglomeram carregando baldes tentando levar para casa um pouco de água.

O carro-pipa é solicitado, diariamente, por moradores à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), mas nem todos são atendidos. A própria comunidade tem se ajudado durante a distribuição da água para que ninguém fique totalmente sem água em casa.

A Caema informou "que equipes vão ser encaminhadas para o local e a resolução do problema está prevista para esta sexta-feira (3)".

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.