283 produtos roubados

Polícia investiga servidores da Seduc por furto de produtos da Secretaria

De 2018 a 2019 foram furtados 247 televisores, 14 aparelhos de ar condicionado e 22 projetores do almoxarifado da Seduc.
Imirante.com, com informações da Mirante AM20/02/2020 às 17h41
Polícia investiga servidores da Seduc por furto de produtos da SecretariaDurante operação realizada nesta quinta-feira (20), a Polícia Civil do Maranhão conseguiu recuperar duas TVs roubadas na casa de um dos terceirizados investigados, que mora no bairro do Anil, em São Luís. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Sete pessoas, sendo dois funcionários públicos e cinco terceirizados, estão sendo investigadas pelo Departamento de Investigação de Crimes Funcionais da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), pelo furto de produtos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que fica no bairro do Turu, em São Luís.

Segundo o delegado Lucas Smith, da Seccor, que está à frente das investigações, foram furtados 247 televisores de 42 polegadas, 14 aparelhos de ar condicionado e 22 projetores do almoxarifado da Seduc. Os furtos aconteceram no fim de 2018 e início de 2019.

Durante operação realizada nesta quinta-feira (20), a Polícia Civil do Maranhão conseguiu recuperar duas TVs roubadas na casa de um dos terceirizados investigados, que mora no bairro do Anil, em São Luís. O terceirizado trabalhava na Seduc fazendo carregamento e descarregamento de mercadorias.

Já na Vila Luizão, a polícia encontrou na residência de outro terceirizado, que também é alvo de investigação, 8 controles remotos de TV. O homem não soube dizer a origem dos controles, os quais são bem semelhantes aos controles das TVs furtadas.

As investigações sobre os furtos tiveram início em 2019, quando houve uma mudança na direção do almoxarifado da Seduc. O novo diretor fez um levantamento do material que estava no local e percebeu o desvio dos televisores e comunicou o caso à Seccor, que deu início à investigação. A polícia descobriu que mais objetos haviam sido furtados, totalizando 283 produtos roubados, gerando um prejuízo em torno de R$ 585 mil aos cofres públicos.

A Polícia Civil continua investigando o caso, na tentativa de localizar os outros objetos furtados e de indiciar os investigados. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Ouça, na reportagem de Alessandra Rodrigues da Mirante AM, mais detalhes sobre o caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.