Feminicídio

Suspeito afirma que matou namorada em hotel de São Luís porque sofre de depressão

Homem foi preso em shopping e prestou depoimento nesta quinta-feira (13).
Imirante.com13/02/2020 às 21h50
Suspeito afirma que matou namorada em hotel de São Luís porque sofre de depressãoO corpo de Jessimara Pacheco foi encontrado dentro do banheiro de um dos quartos do hotel. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Em depoimento à Polícia Civil do Maranhão nesta quinta-feira (13), o homem suspeito de assassinar Jessimara Cristian Marques Pacheco em um quarto de hotel no bairro do São Cristóvão, em São Luís, disse que cometeu o crime porque sofre de depressão e a namorada o impediu de cometer suicídio. As informações são da delegada Viviane Fontenele, do Departamento de Feminicídio do Maranhão.

Leia também:

Jovem é encontrada morta dentro de quarto de hotel no São Cristóvão

Preso suspeito de assassinar mulher em quarto de hotel

De acordo com informações policiais, o suspeito e Jessimara Pacheco se conheceram na internet há aproximadamente três anos e iniciaram um relacionamento. Nascido em São Paulo, o homem fugiu da família para encontrar a namorada e era considerado desaparecido desde janeiro.

"Ele se auto intitula de uma pessoa depressiva, fala que por três vezes já teve a intenção de se matar aqui nessa cidade e ele contou esse fato pra ela, e a partir de então, ela ficou no pé dele o tempo inteiro para impedir no caso que ele fizesse uma besteira. E aí por conta disso, por ela estar no pé dele o tempo inteiro, ele foi e estrangulou com o cabo do notebook", explicou Viviane Fontenele.

O suspeito foi preso na quarta-feira (12), em um shopping de São Luís, e foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde está à disposição do Poder Judiciário.

Relembre o caso

As informações preliminares apontaram que Jessimara Cristian teria sido estrangulada com um cabo de notebook e que foi usado um travesseiro para sufocar seus gritos. O corpo da vítima foi encontrado dentro do banheiro de um dos quartos do hotel, que fica localizado na rua Flávio Bezerra, no bairro São Cristóvão, na última sexta-feira (7).

Segundo o relatório da polícia, funcionários ouviram uma briga entre o casal e constataram que Jessimara estava sendo agredida pelo companheiro. Após a briga, o homem que estava com a jovem fugiu do hotel. Quando os funcionários do estabelecimento foram até o quarto onde Jessimara estava, a encontraram dentro do banheiro sem vida.

Jessimara Cristian Marques Pacheco era natural da cidade de Guarulhos, em São Paulo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.