Após investigação

Preso um dos suspeitos de matar auxiliar penitenciário em São Luís

O auxiliar de agente penitenciário Carlos Augusto Correia foi morto a tiros na manhã dessa sexta (3), no bairro da Cohab, em São Luís.
Imirante.com04/01/2020 às 10h14
Preso um dos suspeitos de matar auxiliar penitenciário em São LuísJoão Victor Matos Cutrim, 24 anos, é apontado como um dos autores dos disparos que matou o auxiliar penitenciário. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – No fim da tarde dessa sexta-feira (3), a Polícia Civil do Maranhão prendeu João Victor Matos Cutrim, 24 anos, suspeito de participação no assassinato do auxiliar de agente penitenciário Carlos Augusto Correia, que foi morto a tiros, na manhã dessa sexta, no bairro da Cohab, em São Luís.

Relembre o caso: Auxiliar de agente penitenciário é assassinado a tiros em São Luís

Segundo informações da polícia, João Victor foi preso por volta das 17h, na rua São Francisco, no bairro Vicente Fialho, em São Luís. Ele é apontado como um dos autores dos disparos que matou o auxiliar penitenciário.

A polícia chegou até o paradeiro de João Victor, após analisar imagens de câmeras de segurança do local onde o crime aconteceu. Nas imagens, os investigadores identificaram a placa da motocicleta usada pelos autores do crime. De posse das informações do veículo, a polícia conseguiu chegar até João Victor.

João Victor também é identificado no vídeo, na garupa da moto, em companhia de uma outra pessoa. Nas imagens, João atira contra a vítima. Na hora do crime, o jovem aparece usando um casaco, o qual foi encontrado na residência dele.

João Victor Matos Cutrim foi conduzido para a sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), onde foi autuado em flagrante delito por homicídio qualificado, pelo fato de a vítima ser agente de segurança pública, já que era integrante do sistema prisional. Após ser autuado, João Victor foi encaminhado para a Central de Triagens de Pedrinhas.

Em depoimento, João Victor negou participação no crime.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, as investigações continuam no sentido de identificar os demais envolvidos no homicídio, localizar a motocicleta usada no crime, bem como apontar a motivação do assassinato.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.