Jaracati

Manifestantes fazem ato pacífico contra soltura de acusado de cinco mortes

O protesto ocorre na manhã desta segunda, perto da Ponte Bandeira Tribuzzi, sem interrupção no trânsito.
Imirante.com23/12/2019 às 08h39
Manifestação ocorre de forma pacífica, sem interromper o trânsito. Foto: Alessandra Rodrigues/Mirante AM.

SÃO LUÍS – Manifestantes pedem Justiça em um ato pacífico na manhã desta segunda-feira (23), na avenida Carlos Cunha, próximo à Ponte Bandeira Tribuzzi.

Os parentes e amigos das vítimas da tragédia no bairro Jaracati estão inconformados com a soltura de Victor Yan Barros de Araújo, de 25 anos, que responde por cinco mortes após um acidente de trânsito.

Victor Yan foi solto pela Justiça na sexta-feira (20). Foto: Reprodução/TV Mirante.

Relembre:

Acidente com carro desgovernado mata três no Jaracati

Justiça concede alvará de soltura a motorista que matou cinco em acidente

Victor Yan deixou o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde estava preso, na última sexta-feira (20). Ele será monitorado por meio de tornozeleira eletrônica, conforme decisão do juiz Gilberto de Moura Lima, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

A manifestação não interrompe o trânsito, e homens da Polícia Militar acompanham a movimentação.

Entenda

Na madrugada de 8 de setembro deste ano, o carro, um Corolla branco, conduzido por Victor Yan Barros de Araújo, “voou” da avenida Carlos Cunha para a rua Um do bairro Jaracati. Cinco pessoas morreram.

Carla Correa Diniz, Thiana Alves Correa e Henrique Martins Durans Neto estavam em uma festa na rua Um e morreram atingidos pelo veículo. Os outros dois mortos na tragédia eram ocupantes do carro: Maurício Andrey Soares e Ana Lourdes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.