História do crime

Imicast: origem e consolidação das facções criminosas no Maranhão

A primeira facção criminosa do Maranhão se formou em 2003, no Complexo de Pedrinhas, mas ganhou a configuração de organização somente em 2013.
Nelson Melo*13/12/2019 às 15h20
Imicast: origem e consolidação das facções criminosas no MaranhãoFoto: Divulgação

SÃO LUÍS - As facções criminosas surgiram no Maranhão em decorrência de conflitos internos dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, pois havia rivalidade entre detentos da capital e os detentos do interior. Estes vinham, sobretudo, da Baixada Maranhense.

O primeiro grupo do crime organizado no estado era uma filial de uma facção paulista. Com a disputa entre faccionados nos bairros, a violência aumentou drasticamente na Grande Ilha, por conta da busca por espaços. Atualmente, os territórios já estão delimitados, mas, ocasionalmente, ocorrem guerras urbanas devido a outros fatores, que estão mais relacionados a aspectos simbólicos do que geográficos.

Ouça:

*Nelson Melo é repórter de polícia do jornal O Estado do Maranhão. Ele é Bacharel em Comunicação Social, atualmente é pós-graduando em Perícia Criminal. Possui vários artigos publicados em jornais que circulam no Maranhão, sempre sobre o tema da guerra urbana entre facções criminosas, abrangendo aspectos como gangues, sistema carcerário, violência urbana, Criminalística, Direito Penal, educação familiar e escolar, polícia comunitária etc. Além disso, Nelson Melo tem dois livros publicados sobre atuações de facções no Estado do Maranhão: “Guerra urbana – O homem vida loka” e "Guerra Urbana - Morrendo pela vida loka".

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.